Monday, 22 de April de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1284

Notícias da blogosfera:
Lulu, príncipes e bispos.


Para quebrar um pouco a rotina, passo para vocês algumas notícias que chamaram a minha atenção durante as buscas por informações para postings.


Nobre russo previu blogs no século XIX


O príncipe russo Vladimir Odoevsky, 1803-1869 teria sido o primeiro ser humano a prever o surgimento dos weblogs, segundo uma notícia publicada pelo jornal Mosnews . A previsão teria sido feita em 1837 num livro chamado O Ano 4338 , onde Wladimir antecipava como seria a Rússia no futuro. Ele teria previsto que cada russo poderia produzir o seu próprio jornal, em casa, usando um sistema de comunicação interligando cada residência.


Bispos das Filipinas viram blogueiros


A Conferência Nacional de Bispos das Filipinas recomendou que todos os prelados do país criem blogs para acelerar a comunicação com os fiéis e ampliar a disseminação do catolicismo. A noticia saiu no jornal The Sun Star, de Manila. Há 90 dioceses nas Filipinas e pelo menos 50 delas pretendem ter seu weblog antes do fim do ano.


Yahoo compara notícias em blogs e jornais


Quando você fizer uma busca por notícias no site do Yahoo , os resultados aparecerão numa página onde o material publicado pela grande imprensa aparecerá lado a lado com os postings sobre o mesmo assunto produzidos pelos blogs. É a primeira vez que isto acontece na internet e marca mais um passo para o reconhecimento dos blogs como fonte de informação e notícias. O Yahoo obviamente não varre todos os blogs para selecionar as notícias. O site fez uma seleção dos blogueiros mais confiáveis, mas não revela quem são eles. Para procurar as notícias coloque as palavras chaves no espaço para a busca e depois clique na aba All News & Blogs.


Prêmio Lulu para bloglivros


Estão abertas as inscrições para o Premio Lulu 2006 , o primeiro da internet dedicado exclusivamente a livros publicados com base em weblogs. A Lulu é uma editora virtual que fornece a tecnologia para os autores publicarem seus livros e depois os ajuda a comercializar pela internet. A tecnologia e o know how é gratis. A editora ganha um percentual sobre livros vendidos. O Premio Lulu vai distribuir quase 10 mil dólares entre os vencedores de três categorias: ficção, não ficção e humor.


Aos nossos leitores: Serão desconsiderados os comentários ofensivos, anônimos e os que contiverem endereços eletrônicos falsos.