Friday, 21 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1293

Papel de jornal

A moça numa rua tranqüila dos Jardins pergunta ao carrinheiro, o homem que cata e transporta papelão e outros tarecos, se ele pega jornal velho. “Não, moça. São 100 quilos para ganhar um real. Carregar 100 quilos daqui até Pinheiros…”


A quantos dias correspondem 100 quilos de jornal velho? Em dias de semana, neste mês de fevereiro, mais ou menos quatro edições de um dos grandes jornais pesam um quilo. Cem vezes isso seriam 400 dias úteis. Quase dois anos. Por um real.


A profissão do jornalista é ingrata. Tudo dá trabalho. Até escrever as maiores bobagens, inventar, iludir, caluniar. Dá mais trabalho ainda observar nobres valores, defender os oprimidos, incomodar os poderosos, ter isenção profissional e comportamento ético.


O resultado físico dessa incalculável faina vai ser vendido a um real por cem quilos. Como escrevem em alguns pórticos de cemitérios e citou o Padre Vieira (*): “Memento, homo…”. Etc.


(* Ver aqui.)