Monday, 26 de February de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1276

Ações sociais para um desenvolvimento sustentável

(Imagem: Artikhun Rattanasritai por Pixabay)

Este diagnóstico de mídia foi realizado para observar e fazer um comparativo entre dois jornais da cidade do Rio de Janeiro, sobre três temas sugeridos pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ou ODSs) das Nações Unidas:  o ODS 1, que trata da Erradicação da Pobreza; o ODS 2, que trata da Fome Zero e Agricultura Sustentável; e o ODS 10, sobre Redução das Desigualdades. As análises contemplam um período de 18 dias. Os veículos analisados foram a Voz das Comunidades e o Meia Hora, ambos da cidade do Rio de Janeiro.

Ao todo, foram analisadas 15 matérias: 12 abordavam temas a respeito da redução de desigualdades, três sobre erradicação da pobreza e nenhuma sobre agricultura sustentável. Analisando os veículos de maneira geral, dentro do período estabelecido, ficou evidente a falta de matérias relacionadas diretamente ou indiretamente aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, principalmente sobre o objetivo 2, “Fome zero e agricultura sustentável”.

A primeira matéria observada está no jornal Meia Hora e foi publicada no dia 31/07; ela aborda o seguinte tema: “CBF anuncia iniciativa de combate à discriminação racial no futebol brasileiro”. O projeto tem a intenção de fazer um levantamento entre os profissionais de futebol masculino e feminino, com quatro perguntas a respeito de diversidade racial, religiosa, orientação sexual e origem, além do impacto da discriminação na carreira dos participantes. A matéria não tem um viés intencional de combate à redução de desigualdades, seu apelo é mais informativo e de divulgação. A estrutura do texto tem a aparência de um press release feito para promover as marcas envolvidas, CBF e Fisia, distribuidora da Nike no Brasil. A utilização das fontes é rasa: apenas duas fontes oficiais foram utilizadas, sem pontos de identificação para o leitor.

A segunda matéria analisada é do jornal Voz das Comunidades, do dia 31 de julho de 2023, intitulada “Complexo do Alemão recebe mutirão de grafite na primeira semana de agosto”. A matéria se enquadra no objetivo de “Redução das desigualdades”, pois promove a cultura em regiões de periferia, sendo sobre um evento de exposição de arte que iria acontecer no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro. Ela beira um artigo publicitário, mas não deixa de estar relacionada aos objetivos da ONU.

A terceira matéria, também do Voz das Comunidades, fala sobre a abertura de vagas para aulas de modalidades esportivas no espaço da Vila Olímpica. As atividades começaram após o fim da colônia de férias da Vila. A matéria se enquadra no ODS “Redução de desigualdade social”, já que mostra a oferta de atividades desportivas a comunidades carentes no Rio de Janeiro de forma gratuita, incentivando o acesso à cultura. 

“Águas do Rio lança na Expo Favela programa para microempreendedores de comunidades”, publicada também pelo jornal Voz das Comunidades no dia 4 de agosto de 2023, fala sobre um programa que ajuda microempreendedores das favelas do Rio de Janeiro com cursos de capacitação e com a criação de uma plataforma para a venda de seus produtos. Essa foi uma das poucas matérias da nossa análise que está relacionada diretamente à “Erradicação da Pobreza”.

A quinta matéria do veículo Voz das Comunidades comemora o dia do Capoeirista mostrando a história de três mulheres envolvidas com o esporte, desde a prática da luta até a assessoria de imprensa de mestres de capoeira. A matéria se encaixa no ODS Redução das Desigualdades, mais especificamente na alínea 10.2, que diz: “Até 2030, empoderar e promover a inclusão social, econômica e política de todos, independentemente da idade, gênero, deficiência, raça, etnia, origem, religião, condição econômica ou outras”.

Das matérias do Meia Hora, apenas duas falaram sobre a “Erradicação da Pobreza”. A primeira tem o título de “Capacitação digital gratuita na Central do Brasil”: o texto trata de uma assessoria para a empresa que promove o evento; e a segunda tem o tema “Ônibus da justiça atende moradores de Quatis”: o conteúdo jornalístico fala sobre o programa da Defensoria pública para atender moradores que não têm condições de contratar advogados para audiências complexas. Ambas de fato estão ligadas indiretamente ao ODS 1. As outras sete matérias do jornal abordam “Redução das desigualdades”, ainda que de forma indireta.

Comparação e Análise dos Jornais

Os dois jornais observados eventualmente publicam notícias sobre os ODS, mas sem a intenção direta de relacionar os assuntos. A maioria das publicações trata de conteúdo distribuído por assessoria de imprensa para promover empresas que colaboram com as ações e divulgar os programas para a Cidade do Rio de Janeiro. Para a produção do texto é visível a falta de fontes: quando utilizadas, o máximo são duas, com uma citação. Foi observado que as fontes sempre são dos organizadores do evento, ou seja, oficiais; nenhuma utiliza participantes ou o público. O intervalo de tempo para a publicação das matérias é de dois a quatro dias, no período da tarde e noite para as postagens.

Como sugestão para melhora da abordagem e frequência dessas pautas, pensamos em acrescentar mais fontes como personagens, quem já participou anteriormente dos eventos ou irá participar, moradores que de certa forma serão afetados indiretamente, mesmo não participando. E promover mais o evento e o que irá acontecer, a ação, de maneira que não se pareça com publicidade. Os preceitos mais importantes do jornalismo devem ser contemplados, inclusive a pluralidade de vozes. Em relação ao período, é recomendado ter mais frequência dos assuntos, com postagens diárias ou no intervalo de um dia ao menos, abordando assuntos que não sejam só ações, mas fatos recorrentes nas comunidades, adicionando personagens, moradores e histórias que interessam o público que estão inseridos nessa realidade.

Notas

Este artigo faz parte do conjunto de análises mensais sobre diversos veículos nacionais ou regionais produzidas pelo Observe, observatório de mídia da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, com foco nas coberturas e publicações a respeito dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, os ODS.

***

Luana Guimarães, Pedro Vieira e Emanuely Lobo são alunos do curso de jornalismo da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul