Thursday, 18 de July de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1297

Jornais impressos têm mais credibilidade

Apesar de o brasileiro passar, em média, cinco horas por dia à frente do computador ou aparelhos digitais, a internet é o meio menos confiável de busca de informação. Os jornais impressos são os meios que têm mais credibilidade entre a população.

A conclusão é de uma pesquisa da Secom (Secretaria de Comunicação Social) da Presidência, realizada pelo Ibope. O estudo visa identificar os hábitos de consumo de informação.

O nível de confiança dos jornais aumentou em relação à primeira edição. Agora, 58% dos entrevistados disseram confiar muito ou sempre nos jornais, ante 53% registrados na pesquisa anterior. No caso da TV, 54% confiam muito ou sempre; no rádio, 52% dizem confiar muito ou sempre.

A internet ainda não tem boa credibilidade: 71% das pessoas disseram confiar pouco ou nada em notícias veiculadas nas redes sociais; 69% dizem não confiar nas notícias lidas em blogs, e 67% não confiam nas de sites.

Segundo o levantamento, o percentual de pessoas que acessa a internet todos os dias teve aumento de 11 pontos percentuais em um ano, chegando a 37% da população ante os 26% registrados na pesquisa realizada em 2013 e publicada em março de 2014.

Apesar do avanço, a internet não está disponível para toda a população: 51% dos entrevistados disseram não ter acesso à rede. A pesquisa foi feita de 5 a 22 de novembro e ouviu 18,3 mil pessoas.