Saturday, 13 de July de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1296

Mediador Jim Lehrer é alvo de críticas

“Não vou dizer que fiz um trabalho fraco”, afirmou o mediador Jim Lehrer, ao final do primeiro debate presidencial de 2012 entre os candidatos Barack Obama e Mitt Romney, realizado na noite de quarta-feira (3/10), em Denver, no Colorado. Essa, no entanto, não foi a opinião de muitos críticos.

Era a 13ª vez do veterano Lehrer como moderador de um debate presidencial, mas ele não foi muito feliz nas suas tentativas de controlar os candidatos. Tanto Obama quanto Romney passaram por cima dele quando tentava impedi-los de continuar falando. “Não, não, não”, ele chegou a dizer, em um momento, a Romney.

Lehrer pediu a Obama e Romney para focarem nas questões, o que não foi feito. Também solicitou a Romney, após a primeira afirmação, que fizesse uma pergunta direta a Obama; ele não o fez. Ele avisou Obama que o tempo havia acabado; ele continuou a falar. Ao final do debate, Obama e Romney ultrapassaram tanto o tempo que Lehrer informou que não chegariam a falar em um segmento de 15 minutos que planejava moderar.

As críticas no Twitter foram sarcásticas. O colunista conservador John Podhoretz escreveu que Lehrer foi o “pior mediador na história da moderação”. Até mesmo o educado apresentador de TV Al Roker foi duro: “Espero que Jim Lehrer tenha anotado a placa do caminhão que o atropelou nesse debate”. As perguntas do mediador também foram alvo de críticas. “Louco Lehrer de pensar que alguma dessas respostas demoraria menos de 15 minutos, com questões tão amplas”, disse Alex Wagner, da MSNBC. 

O debate teve um novo formato, com os 90 minutos divididos em seis segmentos de 15 minutos focados em temas domésticos distintos. Lehrer tinha um objetivo de mediar um debate rigidamente estruturado, ficando o mais afastado possível para que os candidatos conduzissem o debate. Para o bem ou para o mal, ele acabou conseguindo. Informações de Jack Mirkinson [The Huffington Post, 3/10/12] e de Robert Biano [USA Today, 3/10/12].

Leia também

Debate presidencial será moderado mais uma vez por Jim Lehrer