Friday, 19 de July de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1297

Sites de notícias locais formam associação nos EUA

 

Durante uma conferência anual em Chicago que reúne representantes de sites americanos de notícias locais, na semana passada, cerca de 100 editores independentes celebraram o lançamento de uma associação sem fins lucrativos de apoio à crescente indústria de jornalismo hiperlocal. O grupo Local Independent Online News Publishers (Lion), que será presidido por Dylan Smith, do site Tucson Sentinel. A iniciativa foi parcialmente financiada pela Fundação Patterson e inclui sites como The Batavian e The Eastsider LA.

Muitos dos editores administram seus sites sozinhos ou em equipes pequenas, algumas vezes de casa. Eles esperam que, ao juntar forças no Lion, possam se ajudar a crescer. “Não temos os recursos que as grandes cadeias de jornais têm, mas também não temos a liderança burocrática que eles têm”, afirmou Smith. “Podemos escolher uma direção e segui-la. Por isso pensamos que somos o futuro”.

Ao contrário de redes profissionais – como o Patch, da AOL, e a Online News Network –, o Lion focará apenas em sites pequenos e independentes que investem em jornalismo hiperlocal. Associados contarão com um fórum permanente para compartilhar ideias sobre o modo mais eficiente para organizar notícias locais, e combinarão recursos para oferecer apoio prático e espaços para debater diversos temas – como em uma redação virtual. “Se alguém tiver um problema técnico específico, por exemplo, basta compartilhá-lo e alguém ajudará a resolvê-lo, o que é muito melhor do que pagar uma fortuna por um profissional”, disse Smith.

A maior parte dos sites é gerenciada por jornalistas profissionais que foram demitidos ou tiveram que aderir a planos de demissão voluntária nos últimos anos. Smith era editor do Tucson Citizen, antes de o jornal deixar de ser impresso em maio de 2009. Administrar o TucsonSentinel.com, diz, lhe dá mais satisfação, mesmo o site ainda não sendo lucrativo. “Mesmo com minhas tarefas de editor e administrador, escrevo agora muito mais do que quando estava na redação”.

Segundo Howard Owens, que lançou o The Batavian de maneira independente em 2009, depois que sua editora, a GateHouse Media, anunciou que o fecharia, o grupo foi o caminho natural para o crescente número de sites locais. “Não temos nada em comum com grandes grupos de jornais, com os grandes conglomerados, mas temos muito em comum entre nós”. Informações de Hazel Sheffield [Columbia Journalism Review, 20/8/12] e de Rachel McAthy [Journalism.co.uk, 11/9/12].