Saturday, 20 de July de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1297

Agora com os pés no chão

INTERNET EM ALTA

Alexandre Gennari (*)

O processo de desenvolvimento da internet no mundo não tem volta. A web veio para ficar e ocupar um espaço importante na história das comunicações. Um marco como o grito ou o satélite. Até aqui nenhuma novidade, exceto pelo fato de que, depois da crise da Nasdaq, do famoso estouro da bolha, o mundo digital volta a viver um momento de euforia. A diferença é que, agora, ao que parece, estão todos com os pés no chão ? um na frente, outro atrás.

Há vários possíveis detonadores deste novo momento de otimismo. O jornal Meio & Mensagem, coordenador do projeto Intermeios, acaba de divulgar o balanço dos investimentos em propaganda em 2001. Em artigo publicado no portal Cidade Biz, o publicitário Antônio Rosa Neto, presidente da Associação de Mídia Interativa (AMI) comentou o fato: "Quem dizia que publicidade na web era sonho, vai ter um pesadelo. A mídia fez R$ 225 milhões em 2001 e superou outdoors e TV paga.(…) Pela primeira vez na história da propaganda a mídia digital foi mensurada e, como todas as outras, com a chancela da empresa de auditoria PricewaterhouseCoopers. (…) Como sempre acreditei no poder e eficácia da web para a publicidade, vou dormir tranqüilo."

Muita gente engrossa o coro dos que dormirão tranqüilos. Como o consultor Dailton Felipini, em matéria veiculada no site Venda Mais <www.vendamais.com.br>: "Os números mostram claramente que o mercado brasileiro tem um enorme espaço a ser ocupado. O Yankee Group, instituto de pesquisas americano, em um estudo chamado ?A Second Wave: The Brazilian Internet User Forecast? projeta para o Brasil o número de 42,3 milhões de usuários de Internet já em 2006. É preciso dizer mais?"

Números alvissareiros, embasados em pesquisas assinadas por empresas confiáveis, e não previsões delirantes como as que víamos nos tempos pré-bolha, quando a rede "foi dominada por oportunistas que viam na rede uma chance de fazer dinheiro rápido e fácil", como afirmou Antonio Rosa em entrevista ao site WebWriterBrasil <http://webwritersbrasil.com/>.

As novidades não param por aí. Recentemente o iG anunciou que o portal chegou a 7 milhões de usuários ativos de e-mail, enquanto uma pesquisa do Datafolha revelava que, no final de 2001, o Brasil tinha mais de 23 milhões de pessoas na internet. A CEMIG, a maior companhia energética de Minas Gerais, declarou, em alto e bom som, que serão os primeiros a levar a internet, em banda larga, a todos os brasileiros através do fio de energia elétrica. Neste caso, todos os números discutidos neste artigo se tornariam sítios arqueológicos da noite para o dia. E daríamos um passo importante para a superação da exclusão digital, a grande vilã no processo de desenvolvimento da web.

Por hora não é preciso dizer mais, a não ser que vai ser difícil dormirmos tranqüilos com um cenário tão estimulante.

(*) Editor de conteúdo do portal Webwritersbrasil, webwriter e roteirista multimídia