Friday, 12 de August de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1200

Bush perde audiência na TV

TELETIPO

George W. Bush já não desperta tanto o interesse dos norte-americanos. A audiência do discurso do Estado da União deste ano caiu 30% em relação ao discurso do ano passado. Segundo o instituto de pesquisas Nielsen Media Research, um total de 43.4 milhões de pessoas assistiram ao discurso do presidente na noite de terça-feira, 20, pela televisão. Foram aproximadamente 20 milhões de telespectadores a menos do que no ano passado, no discurso que Bush fez logo antes do começo da guerra no Iraque. Os números da pesquisa feita pelo Nielsen são baseados na audiência ao vivo nas quatro maiores redes de televisão do país, ABC, CBS, NBC e Fox; e nos quatro canais de notícias a cabo, CNN, CNBC, Fox News Channel e MSNBC. [Reuters, 21/01/04]

O ex-editor administrativo do New York Times, Gerald Boyd, que deixou o cargo em junho, após o escândalo do repórter-plagiador Jayson Blair, foi contratado pela Escola Graduada de Jornalismo da Universidade de Colúmbia, uma das mais conceituadas do mundo. Para ele foi criado o cargo de diretor de estudos de caso. Boyd está escrevendo um livro sobre sua carreira e os desafios que os jornalistas têm de enfrentar após o caso Blair. Pouco após a saída do editor do Times, a Universidade de Nova York também cogitou de contratá-lo, por indicação do publisher do jornal Arthur Sulzberger Jr., como informa o New York Daily News [20/1/04].