Sunday, 03 de July de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1194

A informação que falta em “Tormenta – O governo Bolsonaro: crises, intrigas e segredos”

(Foto: Divulgação)

Falta algo importante em Tormenta – O governo Bolsonaro: crises, intrigas e segredos, livro da jornalista Thaís Oyama lançado em janeiro deste ano. Bem escrita e de leitura prazerosa, a obra é pródiga em contar situações de bastidores do Planalto e do Alvorada, como detalhes da escolha do ministério, o medo que o presidente tem de ser grampeado ou a carta em que Gustavo Bebianno, o ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência demitido em fevereiro de 2019, exorta Bolsonaro a dar uma “difícil demonstração de amor”: perdoar publicamente Adélio Bispo de Oliveira, autor da facada desferida no então candidato em Juiz de Fora, Minas Gerais.

Mas existe um senão: o livro não deixa claro, para o leitor, como é que foi feito. Não há texto de apresentação ou nada que informe se a autora fez pesquisas a partir de Brasília, por exemplo, ou se entrevistou pessoas próximas ao presidente.

Não se trata, é claro, de revelar as fontes anônimas que colaboraram com a reportagem de Oyama – e a quem ela reconhece nos agradecimentos da página 247. Mas esclarecer o método de apuração deixa de ser um detalhe quando se sabe que atualmente, a começar pelo próprio presidente, não falta quem queira desmerecer o trabalho jornalístico no país. (No levantamento feito em 2019 para contabilizar os ataques aos jornalistas no Brasil durante o ano, a Fenaj criou uma nova categoria de agressão: descredibilização da imprensa.) Quanto mais transparência, portanto, melhor.

A própria jornalista falou sobre suas motivações e seu método de trabalho em entrevista a Marco Britto e Diogo Schelp, no Uol. “Eu tive muita sorte e fui muito ajudada por pessoas muito próximas dele [Bolsonaro], tanto do círculo da família quanto do círculo do Planalto. Devo muito a essas fontes”, afirmou. Também contou a Anderson Scardoelli, editor do portal Comunique-se, que esteve em Brasília “já no dia da posse”. Tormenta ganharia muito se contasse com essas informações.

Tormenta – O governo Bolsonaro: crises, intrigas e segredos
Thaís Oyama
Companhia das Letras
272 páginas
R$ 54,90 em versão impressa e R$ 29,90 em ebook

***

Gabriela Erbetta é jornalista e tradutora.