Tuesday, 05 de July de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1194

Comprova reúne 42 veículos de comunicação para checar desinformação nas eleições presidenciais

(Foto: Microgen/Getty Images Pro)

O Projeto Comprova, coalizão de veículos de comunicação formada em 2018 para investigar conteúdos suspeitos sobre as eleições presidenciais, anunciou o ingresso de quatro novas organizações. No projeto, formado agora por 42 organizações de mídia, jornalistas trabalham de forma colaborativa para investigar conteúdos suspeitos compartilhados nas redes sociais sobre as eleições presidenciais. Desde seu início, centenas de reportagens foram publicadas pelo site do Comprova, esclarecendo conteúdos que espalharam desinformação nas redes sobre eleições e o processo eleitoral, políticas públicas no âmbito do governo federal e sobre a pandemia de covid-19.

As equipes do Comprova verificam a veracidade de textos, imagens e áudios compartilhados nas diversas plataformas de redes sociais e em aplicativos de mensagens. Para isso, os profissionais seguem metodologias desenvolvidas pela First Draft, organização internacional que pesquisa desinformação e oferece treinamento para jornalistas que atuam no combate aos conteúdos falsos.

O Comprova tem feito um esforço para disseminar entre as redações uma cultura de checagem, incentivando a formação de núcleos de verificação e oferecendo treinamento para jornalistas e estudantes de comunicação. Em 2021, criou o Programa de Residência para complementar a formação de jornalistas.

Neste ano de 2022, recebeu seis novas organizações cuja participação no projeto foi possível graças ao apoio da Embaixada dos Estados Unidos, e lançou um minicurso por WhatsApp para pessoas com mais de 50 anos. Em julho próximo, o projeto vai realizar uma semana de treinamento online, com inscrições abertas também para jornalistas que não fazem parte da coalizão, baseada em apresentações e discussão de casos de checagens feitas pelo Comprova. A semana será o primeiro evento de um programa de capacitação de jornalistas para verificação de fatos que será lançado pelo projeto.

Também em 2022, o Projeto Comprova participa do Programa Permanente de Enfrentamento à Desinformação no âmbito da Justiça Eleitoral, do Tribunal Superior Eleitoral – TSE, e do Projeto #FakeToFora, do Instituto Palavra Aberta, que fomenta a participação de jovens na eleição.

O projeto tem como objetivo engajar cidadãos no combate à desinformação. O público pode denunciar conteúdos suspeitos ou falsos relacionados aos temas que estão no escopo do projeto e sugerir verificações por meio de um número de WhatsApp – (11) 97045-4984 – e por um formulário no site projetocomprova.com.br.

O Projor – Instituto para o Desenvolvimento do Jornalismo, é um dos parceiros institucionais do projeto.