Sunday, 25 de February de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1276

relações públicas

Leituras que fazem a cabeça de um assessor

Há 15 anos escrevi o texto original para este Observatório. De lá para cá transformações se deram com velocidade e intensidade. De acordo com o Volt Data Lab, entre 2012 e 2018, 2.327 jornalistas foram demitidos de redações e houve um total de 7.817 demissões totais em empresas de mídia, no Brasil. Como contraponto, a […]

Os super-heróis da informação

A Marvel divulgou, recentemente, o trailer do novo filme do Capitão América. Capitão América: Guerra Civil colocará em confronto o militar secular e o Homem de Ferro – este, o personagem mais high tech do cinema. Assisti à prévia com expectativa e num período em que estava trabalhando como freelancer em assessoria de imprensa. Percebi […]

A lógica da notícia como premissa básica

A função dos assessores de imprensa carrega uma premissa básica: a lógica da notícia. Assuntos sem visibilidade para o público não vão conquistar espaço. Elementar. Entretanto, às vezes se impõe às assessorias a tarefa de “vender”, de qualquer maneira, temáticas insolúveis, isto é, difíceis de atrair interesse. Observe alguns casos excêntricos que já repercutiram nos […]

Não é hora da comunicação institucional ir além da rotina?

Quando olhamos para o panorama atual no Brasil, que expõe empresas gigantes, envolvidas em mau comportamento confesso – algumas delas até mesmo em risco real de quebrar – não deveríamos os profissionais de Assuntos Institucionais, Relações Públicas e Governamentais, Comunicação Empresarial etc. ir além da burocracia e do dia-a-dia das estratégias, argumentos e ferramentas rotineiros? […]

O repórter que desistiu da notícia

A série de reportagens venceu dois mil concorrentes em todo o território americano. Mas o que amplificou a fama de Rob Kuznia não foi o Pulitzer em si, mas o fato de que, para pagar as contas, ele trocou o emprego no jornal, onde ganhava cerca de US$ 40 mil anuais, para virar relações públicas.