Monday, 22 de April de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1284

Artigos de Ângela Carrato

Umberto Eco, mídia e mentiras

'Número Zero': Umberto Eco ambientou seu romance em uma redação de jornal em Milão. Mais precisamente em um grupo de redatores, reunidos ao acaso, que preparam um jornal.


O pagamento fixo vai acabar?

O FI é, na prática, uma proteção, um pedágio, que autoridades mineiras pagavam à imprensa para não serem incomodadas com assuntos que pudessem lhes causar problemas ou desgastes junto à opinião pública.


Uma sentença exemplar

A mídia mineira desconheceu a sentença da juíza Adriana Goulart de Sena Orsini, titular da 47ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte, em relação ao julgamento do processo movido pelo jornal 'Hoje Em Dia' contra o jornalista Aloísio Morais Martins.


Que crise é esta?

É a crise! Esta tem sido a explicação de empresários da mídia no Brasil para justificar as demissões de centenas de jornalistas nos últimos meses.


Inversão de pauta

De coadjuvantes, as redes sociais adquirem, a cada dia, maior presença na cena midiática nacional. Pesquisas tão diversas quanto as realizadas pelo Ibope e pela Fundação Perseu Abramo, do Partido dos Trabalhadores, exibem resultados semelhantes. A internet, na soma de portais, blogs e redes sociais já ultrapassa em muito o jornal como meio habitual para se informar.


Imprensa investe cada vez mais na imbecilização

Até 2012, a média de leitura do brasileiro era pequena, mas apresentava um número bem mais significativo. Esta média era de quatro livros por ano, sendo 2,1 livros lidos até o fim, segundo levantamento feito pelo Ibope Inteligência em 2011. Por que o Brasil lê tão pouco?


Dez razões para descomemorar

Era para ser uma festa de arromba, com eventos se sucedendo em todo o país. Grande parte do que a TV Globo preparou para comemorar seu cinquentenário, a ser completado no domingo (26/4), está mantido, mas, sem dúvida, não terá o mesmo brilho de outras épocas.


Réquiem para a mídia mineira

Na contramão do que determinam a técnica e a ética jornalísticas, a maioria da mídia mineira com sede em Belo Horizonte (aí incluídos jornais, rádios e TVs) distorceu, manipulou e alguns até ignoraram o resultado da auditoria realizada pelo governo Fernando Pimentel (PT) envolvendo os 12 anos de gestão do PSDB no estado.


Coro de uma nota só

Frequentemente, alunos de Jornalismo ou de Comunicação Social me perguntam sobre o funcionamento das redações dos principais jornais, rádios e TVs no Brasil. A curiosidade envolve, basicamente, dois aspectos: como, na prática, a pauta é definida e como colunistas/comentaristas decidem sobre os assuntos que vão abordar. A dúvida é se há ou não efetiva liberdade […]