Thursday, 20 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1292

Artigos de Carlos Eduardo Pestana Magalhães

Liberdade de imprensa, hipocrisia e credibilidade

Vira-e-mexe, a grande mídia brasileira faz algum seminário, nacional ou internacional, sobre liberdade de imprensa. Convidados do Brasil e do exterior vêm falar sobre o tema, enfatizando este ou aquele fato, exemplificando como as liberdades de imprensa podem ser censuradas nas sociedades democráticas. E, quase sempre, o grande algoz, aquele que mais reprime as liberdades, […]


E agora, caro colega? – 3

Uma das coisas que mais impressionam na grande mídia brasileira é o caráter serviçal que ela tem em relação às agências internacionais de notícias. Como não há mais correspondentes estrangeiros, são poucos os veículos que ainda mantêm e utilizam esse profissional da imprensa, a maioria das informações divulgadas fora do país vem das agências, de […]


Afinal, ditador, líder ou presidente?

Para a grande mídia brasileira, como os jornais paulistanos Folha de S. Paulo e Estadão, Fidel Castro de Cuba, Pinochet do Chile, Milosevic da Iugoslávia, Saddam Hussein do Iraque, Kim Jong-Il da Coréia do Norte, Pervez Musharraf do Paquistão e alguns outros são ditadores. No entanto, essa mesma mídia considera presidentes os generais que ocuparam […]


E agora, caro colega? – 2

Na sua coluna quase diária no jornalão paulistano Folha de S. Paulo, visto que não escreve nas segundas-feiras, o veterano jornalista Clóvis Rossi tem destilado algum veneno contra tudo e todos, especialmente contra o governo Lula. É claro que ele tem todo o direito de expor, e isso ele faz com coragem, suas idéias, suas […]


E agora, caro colega?

O jornalismo mundial está numa encruzilhada de lascar. Ele já não sabe mais a quem serve. Se aos leitores, ouvintes ou telespectadores ou às corporações e a suas teias de interesses políticos, ideológicos, financeiros etc. Uma coisa parece certa: não dá para servir a todos sem algum tipo de prejuízo. E como a divulgação de […]


Por que tantos problemas?

A discussão que está acontecendo por parte considerável do mundo sobre as charges dinamarquesas do profeta Maomé, publicadas originalmente em veículos da imprensa dinamarquesa, e que tem causado tanto problema em função da reação violenta dos muçulmanos, que consideraram ofensivas à religião islâmica, no fundo é hipócrita e falsa, apesar das aparências. Em quase todos […]


O culpado não é o mordomo. É o petróleo!

Thomas Friedman, colunista do jornalão americano The New York Times, é um cara e tanto. Ele deve se sentir como uma espécie de ‘defensor inconteste da democracia americana para o resto do mundo’, especialmente para os países do Oriente Médio. Até as denúncias das torturas de presos na prisão de Abu Graibe, no Iraque ocupado, […]


Manipulação na entrevista de Gay Talese

A imprensa brasileira tem uma fixação muito forte com alguns jornalistas americanos e, em especial, para com o jornalão nova-iorquino The New York Times. O Washington Post, a bem da verdade, também causa alguma espécie nas redações tupiniquim. No dia 26 de dezembro, na ‘Entrevista da Segunda’ (pág. A-16), o jornal Folha de S.Paulo publicou […]


Alvo militar dos americanos

Enquanto a carnificina continua no Iraque ocupado – operações militares anglo-americanas, atentados causados pelos combatentes iraquianos contra a ocupação, combates espalhados pelo país árabe –, numa ascensão sem limites, a grande mídia mundial, em especial a norte-americana, pouco informa sobre o que acontece de fato na região, a não ser os atentados e a quantidade […]


Mídia e raiva acumulada

Foi numa terça-feira, 29 de novembro, que um fato meio inusitado lembrou um filme. O filme em questão é The Day of the Locust (O dia do gafanhoto), produção de 1974 dirigida por John Schlesinger. O fato foi a agressão ao deputado José Dirceu nas dependências da Câmara dos Deputados, em Brasília. Um indivíduo de […]


O falso debate sobre o Iraque

O jornalão americano The New York Times parece que está acordando do seu sono, em berço esplêndido, em relação à invasão do Iraque e a sua ocupação militar pelos Estados Unidos. Não que esteja sendo um despertar completo, tranqüilo. Há ainda uma certa sonolência, absurda para um veículo de imprensa tão arrogante e que se […]


Falência da imprensa brasileira?

Tem coisas na vida que só valem uma primeira vez. A segunda, quando aparece, geralmente é frustrante. Algo como aquela velha e conhecida frase, ‘a história quando se repete é como farsa’. Pois é, foi assim que me senti na Praça da Sé, na Catedral de São Paulo, no dia 23 de outubro, um domingo […]


Cúmplice em nome da liberdade

O poder dos blogs está cada vez mais se acentuando no mundo informatizado. Em especial os blogs informativos, aqueles que trazem textos e imagens – fotos, vídeos etc. Não fosse essa nova ferramenta na web, provavelmente a informação estaria mais controlada do que já é. E esse dado é fundamental para se entender o sucesso […]


Huntington, Friedman e desinformação

Thomas L. Friedman, articulista do jornal The New York Times, continua sua jornada em nome da civilização ocidental contra o Oriente, especialmente representado pelos muçulmanos. No artigo ‘Para um problema islâmico, uma solução islâmica’, publicado na Folha de S. Paulo, dia 9 de julho, Caderno Mundo, fica clara essa posição de choque de civilizações entre […]


Questão maior que a liberdade de imprensa?

É bem emblemático o caso da repórter americana condenada nos Estados Unidos por não revelar a fonte que lhe desvendara o nome de uma agente da CIA. Além de mostrar que a frágil democracia americana está cada vez mais frágil, aponta uma outra característica da cultura do país: a necessidade de heróis. A jornalista do […]


Apoio permanente ao imperialismo

As eleições de 30 de janeiro no Iraque ocupado vão dar o que falar por muito tempo. Há muita gente debatendo sobre elas. Para não fugir ao tema, a Folha de S. Paulo publicou no dia 2, caderno Mundo, página A9, o texto ‘Como os iraquianos vão definir sucesso?’, de dois norte-americanos: Frederick Barton e […]


Aula de manipular e falsear fatos

O editorial do jornal nova-iorquino The New York Times publicado no jornal paulistano Folha de S. Paulo de 11 de agosto é de um cinismo e de uma hipocrisia singulares. Sob o título de ‘Premiê iraquiano ‘bane’ más notícias’, pretende dar uma ‘bronca’ no primeiro-ministro interino do Iraque, Ayad Allawi, pela situação caótica que o […]


Desmandos de colonizador

Vamos ser francos. The New York Times é um jornaleco, um mero pasquim sensacionalista travestido de algo sério. Não foi à toa que ficou um tempão com um carinha chamado Jayson Blair, que se dizia jornalista e falseou informações e notícias a mais não poder. E agora vem esse correspondente americano no Brasil, Willian Larry […]


Friedman, a tortura e a cabeça de Rumsfeld

Thomas L. Friedman, que escreve para o jornal americano The New York Times, está furioso, quase babando de raiva. No artigo ‘Secretário tem de ser demitido já’, reproduzido pela Folha de S. Paulo, caderno Mundo (7/5), como de costume, procura orientar o presidente Bush sobre o que fazer na questão iraquiana. Só que, desta vez, […]


Freedom House perdeu a credibilidade

O relatório da organização americana sem fins lucrativos Freedom House, que procura analisar ao redor do mundo como anda a liberdade de imprensa, lançado no dia 28 de abril em Nova York, constatou que a liberdade de imprensa sofreu substancial declínio no mundo em 2003 (fonte: www.jornalistas.com). Cita vários países do globo, alguns velhos conhecidos, […]