Sunday, 03 de July de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1194

Artigos de Eric Nepomuceno

Um escritor leal e fiel às suas crenças

Quanta razão tinha T.S. Eliot ao dizer que abril é o mais cruel dos meses. Na manhã desta segunda-feira, 13, uma segunda-feira de abril, foi-se embora Eduardo Galeano. E, com ele, 42 anos da minha vida. Na última segunda-feira mesmo [13/4], alguém me perguntou qual a memória mais nítida que tenho dele. Pois não há […]


Don Julio, mestre dos mestres

Enganam-se aqueles que dizem que Julio Scherer García foi uma referência na imprensa mexicana do último meio século ou mais. E igualmente erram os que afirmam que ele foi um professor formador de novas gerações de jornalistas no México. Estão errados porque ele foi muito mais do que isso: foi uma referência para várias gerações […]


João Ubaldo e a catraca

Tinha um nome quase tão tonitruante como sua voz, e muito menos extenso que seu talento: João Ubaldo Osório Pimentel Ribeiro. Aliás, se lesse que tinha voz tonitruante seria capaz de rebater à moda antiga, alguma coisa do tipo “Tonitruante é a senhora sua avó”. As biografias dizem que ele teve muitos ofícios, o que […]


A diplomacia secreta de García Márquez

Ele dizia que um homem tem três vidas: a pública, a vida privada e a secreta. Em sua vida secreta brilhou uma faceta que continua guardando um oceano de segredos: a de conspirador. Seu amigo, o general Omar Torrijos, presidente do Panamá, dizia que ele praticava a “diplomacia secreta”, e era verdade. Sabia de sua […]


Gabo versão brasileira

Foi num dos três últimos dias de julho ou dos três primeiros de agosto de 1978, e foi em Havana. Eu havia chegado na madrugada do dia 27 e ia ficar na ilha durante quase dois meses para trabalhar em um livro sobre a Revolução Cubana. García Márquez era um dos hóspedes luminosos do hotel […]


Ley de Medios na reta final

O governo argentino foi claro: espera até a meia-noite da sexta-feira, 7 de dezembro, para que os 21 grupos de comunicações afetados pela nova Lei de Meios apresentem seus “planos de adequação”. Ou seja: digam o que pretendem fazer com a quantidade de licenças para televisão aberta, televisão paga (cabo ou satélite) e emissoras de […]


O parteiro da transição espanhola

“Morreu enquanto dormia a sesta. Nem tomou conhecimento.” Assim José contou como foi a morte de seu pai, Santiago Carrillo. Terá sido, talvez, a única vez em que ele não tomou conhecimento de alguma coisa em seus 97 anos de vida. Militante de esquerda desde a juventude, foi secretário-geral do Partido Comunista Espanhol entre 1960 […]


A memória de um silêncio

Ao longo dos últimos meses apareceram novos livros que tratam de diferentes aspectos da repressão nos anos do regime militar. Pode-se ter a impressão de que a questão do resgate da memória ganha espaço na produção editorial brasileira. Agora mesmo chama a atenção o lançamento dos livros do repórter Leonencio Nossa, Mata! O Major Curió […]


No labirinto da memória

Todo escritor precisa, entre tantas outras, de duas ferramentas essenciais: imaginação e memória. Uns mais de uma, outros mais de outra. Gabriel García Márquez é um exemplo nítido de escritor que sempre dependeu essencialmente da memória, embora seja tratado como dono de uma imaginação fabulosa. De nada adiantou ele ter dito um sem-fim de vezes […]


O que há por trás de um jornal chamado Clarín

O prazo final foi dado: dezembro. Ou, para quem aprecia precisão e detalhe, dia 7 de dezembro de 2012, uma quarta-feira. É quando o todo-poderoso grupo Clarín, que além do jornal de maior circulação da Argentina (e um dos maiores da América do Sul) detém, na prática, um império de comunicações no país, terá de […]


Elegante na ação e no pensamento

Será preciso – é parte do ritual que se presta a quem se vai – recordar os livros todos, e louvar a grandeza do ofício, e mencionar os prêmios e traduções e honrarias, e recolher elogios entre os sobreviventes. Sim, será preciso cumprir o ritual. Convém saber, para evitar enganos, que no caso de Carlos […]


Os 85 anos de Gabo

O aniversário foi na terça-feira (6/3), sem bandas nem fanfarras. Depois da festança dos 80 anos, quando, além disso, foram celebrados os 40 anos da primeira edição de Cem Anos de Solidão, os 25 de seu Nobel e os 55 da publicação do primeiro conto, ele tem preferido o sossego da casa, dos filhos, netos […]


A questão dos jornais

Antes de qualquer coisa, convém recordar que as difíceis relações da Cristina Kirchner com os dois grandes conglomerados de comunicação da Argentina não nascem agora, quando ela estréia seu segundo mandato. A briga aberta explodiu em 2008. A novidade é que agora ficou claro que será um problema cada vez mais sério. Tanto o grupo […]


O caso Papel Prensa

A aprovação no Congresso argentino, por ampla maioria de votos, do projeto de lei que declara que “a fabricação, distribuição e comercialização do papel de imprensa é questão de interesse público”, reforçou ainda mais os ataques dos dois principais jornais argentinos, o La Nación e o Clarín, contra a presidente Cristina Kirchner. E isso porque, […]


A dor sem remédio de uma ausência sem fim

A produção literária brasileira – tanto a de ficção como a testemunhal – sobre os anos de breu da ditadura militar é, na verdade, escassa. Se comparada à produção de países vizinhos, como a Argentina, o Chile e o Uruguai, torna-se mais escassa ainda, principalmente se for levado em conta que, apesar da barbárie ter […]


Livros que são o país

Em Buenos Aires, num dos blocos que integram o soturno e solene conjunto onde um dia esteve a Escola de Mecânica da Armada, a ESMA, o mais notório centro de torturas da ditadura argentina, hoje funciona o Centro Cultural da Memória Haroldo Conti. O conjunto de edifícios cor de cinza, todos mais ou menos da […]


Resistencia, capital da leitura

Uma vez mais – a quarta nos últimos sete anos – os ventos da vida me trouxeram a Resistencia, capital da província do Chaco, nordeste da Argentina, onde acontece o 16º Fórum Internacional para o Fomento do Livro e da Leitura. Por trás desse nome extenso e pomposo se esconde um dos eventos literários mais […]


Um livro pleno de revelações

São conhecidos alguns casos de cubanos execrados em Cuba por terem debandado para os Estados Unidos, passado para o outro lado e que, anos depois, têm revelada sua verdade: haviam sido infiltrados pelos serviços de inteligência do seu governo nos grupos de exilados radicais que, a partir de território norte-americano, promovem ações terroristas na ilha. […]