Friday, 12 de August de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1200

Artigos de Gabriel Bocorny Guidotti

A lógica da notícia como premissa básica

A função dos assessores de imprensa carrega uma premissa básica: a lógica da notícia. Assuntos sem visibilidade para o público não vão conquistar espaço. Elementar. Entretanto, às vezes se impõe às assessorias a tarefa de “vender”, de qualquer maneira, temáticas insolúveis, isto é, difíceis de atrair interesse. Observe alguns casos excêntricos que já repercutiram nos […]


Quando os fins justificam os meios

Com apenas três anos, o menino certamente não compreendeu bem o que estava acontecendo. Seus pais o conduziram a um barco, dizendo que, após a travessia, tudo seria melhor. Como todo bom filho, obedeceu sem pestanejar. Ele mal sabia da terrível guerra que deixou para trás. Não sabia, igualmente, que a aventura de barco seria […]


Em busca da matéria “perfeita”

Recentemente, uma disciplina de revista da faculdade desafiou meus colegas e eu a produzirmos uma grande reportagem – nunca antes contada. E aí começa uma indigesta dificuldade. Encontrar um assunto ainda não repercutido pela mídia é tarefa complexa que exige conhecimento de boas fontes, permanente leitura e, inequivocamente, sorte. Boas matérias saíram de acontecimentos que […]


Reportagem, o graal* da profissão

Na semana passada (25/8) , o premiado jornalista Mauri König esteve em Porto Alegre (RS) para participar do projeto “Em pauta ZH”, iniciativa do jornal Zero Hora que visa a ampliar os debates a respeito do futuro do jornalismo. Recentemente demitido do diário paranaense Gazeta do Povo, impresso onde trabalhava desde 2002, König teria todos […]


A rotina das demissões

Em tempos de crise econômica, as empresas ajustam seu modelo de negócios para minorar os prejuízos. Na prática, isso acarreta demissões em todas as áreas, especialmente no setor de comunicação social. O motivo é matemático: na hora da dificuldade, cortam-se funcionários cuja função, supostamente, não produz rendimentos diretos para as finanças. Ainda existe, portanto, a […]


Crise de imagem no serviço público

Recentemente, o secretário de Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Wantuir Jacini, concedeu entrevista à Rádio Gaúcha sobre os problemas enfrentados pelo estado. Na ocasião, o repórter da emissora inquiriu o dirigente a respeito de um caso dramático ocorrido semanas atrás. Um casal saiu da concessionária de carro novo, sem seguro. Ao estacionar o […]


Perfis de futuros profissionais

Eu me aproximo do término da faculdade de Jornalismo. A formatura está prevista para o final deste ano. Em ambiente acadêmico, pude absorver, além de conhecimento e amadurecimento, certos perfis de pessoas. E não falo, exclusivamente, de indivíduos da minha universidade. Minha visão é macro a partir de convivências com estudantes de outras instituições em […]


Novos falsos gêneros jornalísticos

Há quatro gêneros conhecidos no jornalismo: informativo, opinativo, interpretativo e investigativo. Alguns autores criam, por sua conta e risco, outros gêneros que representam a forma como a imprensa coordena seu trabalho. É o que farei hoje. Observando recentes publicações da mídia, resolvi arriscar na concepção de novas modalidades que justifiquem esta profissão que escolhi para […]



Os dois lados do balcão

Um profissional que define sua preferência por assessoria pode construir canais de conhecimento de outras formas. A passagem por veículo não é pré-requisito. Mas ajuda, sem dúvida.



Hora de estudar

Eu sou sempre favorável à realização de concursos públicos na área de comunicação social. Creio que os futuros servidores municipais, estaduais e federais devem ser escolhidos por seu merecimento, não por qualquer outro motivo. Mas, por qualquer outro motivo, cito um que impera na seleção das pessoas para compor as assessorias de órgãos públicos: o […]


Saber comunicar

O mais importante para quem deseja agendar a mídia é saber como comunicar. Insólitos textos, cheios de adjetivos, não vão encontrar respaldo. A imprensa não quer saber quão maravilhoso é o desembargador A ou quão ilustre é o deputado B.


Comunicação no futebol

O esporte mexe com a emoção das pessoas e os jornalistas que trabalham neste segmento utilizam essa emoção, justamente, para angariar público e conquistar a audiência.


Imprecisão jornalística

O jornalista é um generalista. Não pode saber todos os detalhes das falas das fontes. Resta, então, traduzir discursos. Não no sentido simplório de trocar e cortar palavras, mas buscando criar conhecimento acessível às massas. Nesse processo, alguma coisa pode faltar. Algum mal-entendido, algum equívoco na interpretação. Não raro, a imprecisão jornalística entra em campo […]


O trabalho dos jornalistas brasileiros

De acordo com uma pesquisa feita pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em convênio com a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) no ano de 2012, o mercado dos jornalistas está segmentado: 55% dos profissionais trabalham em veículos de comunicação, produtoras de conteúdo etc.; 5% atuam na docência; […]


Ruídos na comunicação empresarial

A forma como a informação se propaga dentro de uma empresa constitui necessidade de entendimento por parte das assessorias de comunicação que trabalham em ambiente corporativo. Se a mensagem não chega de forma eficaz aos funcionários, há algum ruído pelo caminho. Isso reflete perda de tempo, perda de produtividade, além de facilitar a ocorrência de […]


O próximo passo

O jornal O Sul, de Porto Alegre, comunicou na capa de 8 de abril que sua versão impressa não mais circula. O jornalismo do O Sul, entretanto, permanece. Agora o veículo migra para a internet, apostando na força das mídias digitais.


Arautos da notícia

O jornalismo não é para o bico de pessoas que pensam em uma vida linear. A informação não tem hora nem lugar para acontecer. É preciso estar atento o dia inteiro. Estoura uma grande pauta, a equipe começa a mobilização para a apuração dos fatos. Carros, telefonemas, agendamentos… Um trabalho coletivo que nunca dá trégua. […]


Drama e informação

É duro afirmar isso, mas as tragédias favorecem o jornalismo. Fazem a informação circular, deixam as pessoas interessadas. Na última semana, um acidente aéreo despertou a atenção da mídia mundial. 150 pessoas mortas – 150 histórias encerradas precocemente. O acontecimento choca por sua magnitude, isto é, está muito próximo de nossa realidade. Afinal, quem pega […]