Friday, 19 de July de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1297

Artigos de Jeferson Bertolini

O‘habitus’ jornalístico entre os não-jornalistas

O conceito dehabitus é um dos mais notórios do sociólogo francês Pierre Bourdieu (1930-2002). Refere-se ao conjunto de “práticas distintas e distintivas” que identificam certo grupo. Em definição clássica, trata-se do “sistema das disposições socialmente constituídas que, enquanto estruturas estruturantes, constituem o princípio gerador e unificador do conjunto das práticas e das ideologias características de […]


O efeito do suplício na potência da imprensa

No século 18, a pena costumava ser aplicada diretamente no corpo do infrator: após o inquérito, ele podia ser decapitado, esquartejado, queimado com óleo quente, destroncado por cavalos ou algo do tipo. Tudo se dava em público para “servir de exemplo” e para o soberano “mostrar poder”. Por causa da crueldade, essa prática foi extinta […]


A ética operária e o espírito do Carnaval

O Carnaval dominou o noticiário nas últimas semanas e, como de costume, opôs os que adoram folia e folga prolongada e os que consideram a festa perda de tempo e coisa de malandro. Convém perguntar: estariam os integrantes deste segundo bloco sob a influência do que Max Weber (1864-1920) chamou de espírito do capitalismo? Considerado […]


A profanação do especialista no jornalismo

O especialista, sobretudo o fabricado na academia, se converteu em fonte elementar no jornalismo. Sua palavra parece dar um selo de qualidade ao conteúdo noticiado e seu título, às vezes, basta para que seja ouvido como autoridade. Pode isso, Agamben? Filósofo italiano, continuador de pensadores como Martin Heidegger (1889-1976) e Michel Foucault (1926-1984), Giorgio Agamben […]


Deus está morto. A natureza, a caminho!

Friedrich Nietzsche (1844-1900) disse que “Deus está morto”, que “a crença no Deus cristão caiu em desuso” e que “a notícia de que o velho Deus está morto” deveria iluminar os “espíritos livres” na busca por um mundo sem a escuridão provocada pela crença divina. “Nosso coração transborda de gratidão, assombro, pressentimento, expectativa. Eis que […]


Racismo do corpo perfeito

Na semana retrasada, o portal R7 pediu desculpas à repórter Fernanda Gentil, da Globo, após publicar conteúdo pejorativo sobre seu corpo. A nota dizia que a jornalista virou “a queridinha na época da Copa” e que “um fator que ajudou muito foi sua aparência”. “A jornalista é loura e teoricamente tem um corpão. Teoricamente. Na […]


A política da vida e os episódios de violência

Casos de extrema violência, como o verificado em Paris em janeiro de 2015, costumam ser seguidos de um clamor por segurança. Natural que seja assim. Mas é bom ter em mente que segurança é um dos mecanismos pelo qual o Estado controla a vida do cidadão. Ela pode ser uma “desculpa” para a velha política […]


O racismo de Estado por trás da pauta

Coma linhaça. Chia e quinoa também. Beba suco verde, com talos de couve. Abuse da água. Cuide com o limão. Pão? Só uma fatia no café. Prefira o integral, com gergelim por cima. Evite carne gorda. Lembre-se que iogurte é funcional e que fazer cocô elimina toxinas do organismo. Caminhe. Medite. Puxe ferro. Se ficar […]


Democracia ou ditadura da regra da maioria?

Democracia foi uma das palavras mais citadas no embate que se viu nas redes sociais depois do segundo turno das eleições. Foi usada principalmente por aqueles que, satisfeitos com o resultado do pleito, pediam que os insatisfeitos respeitassem a escolha da maioria. Cabe lembrar que, idealmente, democracia vai além da vontade da maioria porque traz […]


A informação é a saída do homem de sua menoridade

Em 1783, na esteira do movimento iniciado na França que questionava o poder do rei e as explicações divinas para a vida, a revista alemã Berlinische Monatsschrift convidou Immanuel Kant (1724-1804) a responder “o que é o iluminismo?” O filósofo escreveu: “O iluminismo é a saída do homem de sua menoridade”. Kant definia a menoridade […]


O alerta de Benjamin e o jornalismo

Walter Benjamin (1892-1940) conheceu um texto jornalístico menos seco que o atual. As reportagens em sua época tinham mais de 2,5 mil caracteres (com espaços) e os repórteres conseguiam (sem se atracar com os editores) colocar um “molho” nos textos. Mesmo assim alertava: “A arte de narrar está em vias de extinção”, e um dos […]


A genealogia de Foucault e o jornalismo

Dono de uma obra desconfortável e instigante, Michel Foucault (1926-1984) teorizou a partir de temas outrora ignorados pela academia, como sexo, loucura e prisões. Seus trabalhos sempre discutiram o poder, que considerava intimamente ligado ao saber. “Todo mundo sabe alguma coisa e todo mundo tem algum poder. Mas se você sabe mais, tem mais poder.” […]


O político ideal e o mau político

A propaganda eleitoral tem exibido na televisão brasileira uma variedade quase incontável de políticos: há os que defendem o neoliberalismo e os que pregam o socialismo, os que apoiam a causa gay e os que “lutam pela família como está na Constituição”, os que prometem combater o tráfico de drogas e os que pedem a […]


Darwin e o design da notícia

Comer com os olhos é uma expressão usada sempre que algo nos abre o apetite, esteja em um prato, como um filé malpassado com fritas, ou em uma loja, como um esportivo conversível. A notícia também pode ser saboreada com os olhos. E uma explicação para isso está no rabo das andorinhas, diria Charles Darwin […]


O pano de prato e a desigualdade social

Fátima Bernardes ganhou um pano de prato no programa Encontro com Fátima Bernardes de quinta-feira (11/9), quando a pauta homenageava A Grande Família e falava de pessoas “que adoram viver no subúrbio” – como Lineu, Nenê, Tuco, Bebel, Agostinho e agregados. “Adorei meu presente! Olha só, gente, vai direto para a minha cozinha”, disse ela […]


Carinho em público. Corpos na hora do jantar

O Fantástico voltou a exibir o quadro Vai fazer o quê?, definido pelo programa como uma “série que desafia as pessoas a tomarem uma decisão urgente diante de uma situação polêmica”, como bad boys roubando marmita de mendigo. Na reestreia, em 31 de agosto, a personagem principal foi Amora, uma cadela que a emissora apresentou […]


O método jornalístico e a pesquisa acadêmica

O jornalismo, sabe bem quem já fez mais de meia dúzia de pautas por aí, é uma profissão altamente estressante: a jornada de trabalho costuma ser longa, os salários quase sempre são baixos, pega-se plantões nos horários e datas mais ingratas, convive-se com a guilhotina dos fechamentos, do erro e das ameaças. No Brasil, a […]


O predomínio da economia divina

Trabalho espinhento para repórteres e editores, a cobertura eleitoral já se baseou mais no campo político, abordando temas como os conchavos de partidos. Agora, o que se observa no noticiário é o predomínio do debate econômico: que governo teve o melhor desempenho financeiro? Como ficou a balança comercial na gestão de x ou y? Que […]


O jornalismo e os modos de vida

O Jornal Nacional exibiu, em 2 de agosto, reportagem com Reginaldo Leme pilotando um stock car no autódromo internacional de Goiânia (GO). Foi a primeira vez, em 35 anos cobrindo a categoria, que o comentarista teve a oportunidade de sair da cabine de imprensa para acelerar na pista. Leme vestiu-se de piloto e guiou o […]


O jornalismo pela ótica da interdisciplinaridade

O Diário Catarinense circula, desde o dia 5 de agosto, sem as tradicionais editorias de Política, Economia, Mundo, Geral e Polícia. Agrupou-as na seção Notícias e, para os demais conteúdos, exceto Esporte e Anexo, mantidos em cadernos temáticos, criou a editoria Sua Vida. Para usar uma expressão usada e abusada por Latino, intérprete de Festa […]