Tuesday, 09 de August de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1199

Artigos de Jota Alcides

A propósito da honestidade do ex-presidente Lula

“Os verdadeiros caráteres da ignorância são a vaidade, o orgulho e a arrogância.” Quem ensina é o escritor e filósofo inglês do século 19 Samuel Butler, a quem tive que recorrer para entender a estúpida arrogância do ex-presidente Lula da Silva. Durante recente entrevista coletiva, Lula declarou na maior naturalidade, como se estivesse dizendo algo […]


Perspectivas sombrias no mercado de trabalho jornalístico

Até o final deste 2015, deverão ser demitidos mais de 1.200 jornalistas brasileiros, superando o número recorde de 2014, por causa da crise de mercado. Esta expectativa, mais realista do que pessimista, é da Federação Nacional de Jornalistas-Fenaj, apreensiva com os “passaralhos” que atacam as redações do país como pássaros pretos vorazes em plantações de […]


A presidente está morta

“Que vantagem tem uma pessoa mentirosa?” Esta pergunta provocativa do filósofo grego Aristóteles, professor de ética e de política de Alexandre, o Grande, célebre conquistador do mundo antigo, cabe muito bem no cenário sombrio e atordoante da escalada de notícias ruins deste segundo mandato do governo Dilma Rousseff, que bate recordes de rejeição e agora […]


Bíblia tabletiana

Com a Bíblia em tablet, é inevitável uma volta ao passado distante de 3 mil anos, quando sociedades primitivas da Mesopotâmia e do Egito se comunicavam pela escrita em tablets de pedra, madeira, couro, barro e papiro.


A estratégia do ‘New York Times’

Talvez o futuro dos jornais, neste século 21, esteja nos jornais do passado, do século 19; antes da modernidade, os jornais tinham em suas redações escritores, intelectuais, romancistas, cronistas, contistas, ensaístas e... jornalistas.


Era do conectivismo

Quem já leu ou ouviu falar sobre behaviorismo, cognitivismo e construtivismo, sabe que são teorias pedagógicas reconhecidas e adotadas internacionalmente. Usam metodologias diferentes de ensino –, resumidamente, behaviorismo estuda o comportamento, cognitivismo aborda o pensamento e construtivismo foca o experimento – mas as três convergem para o mesmo ponto: aprendizagem individualizada. Esta é uma característica […]


Entre imperialismos

Liberdade de expressão é a maior das liberdades porque é a verdadeira expressão da liberdade. Em meus mais recentes artigos, neste Observatório da Imprensa, tenho feito referências às tentativas de avanço do socialismo global e do perigo que isso representa para a liberdade de expressão. Cheguei a destacar a China, exaltada pelo seu indiscutível sucesso […]


A grande muralha

Quando o assunto é a China, o governo brasileiro atual é só louvores e aplausos, até justificados, pelo seu notável e invejável desempenho econômico. Afinal, a China é a segunda maior economia do mundo, superada apenas pelos Estados Unidos, e a nação com maior crescimento econômico dos últimos 25 anos, média anual de 10%, conforme […]


Governança midiática

Como ratificação ao argumento revolucionário de Gramsci, que apresentei em artigo anterior neste Observatório da Imprensa, relacionando o gigantismo da internet e atual crise dos jornais no mundo ao movimento político-ideológico rumo ao socialismo global e à governança midiática, ganham força agora as ideias de um dos marxistas mais influentes da atualidade, reconhecido internacionalmente por […]


‘Jornal Nacional’

Dentro das celebrações dos 50 anos da Rede Globo, fundada em 1965 pelo ousado Roberto Marinho, já então nos seus 60 anos de idade, a bela retrospectiva de cinco décadas do Jornal Nacional ancorada por William Bonner, relembrando fatos marcantes e momentos emocionantes com os repórteres de cada época, omitiu, provavelmente por esquecimento, o personagem […]


Revolução gramsciana

Curiosa e estranhamente, ainda não consta da pauta de preocupações de midiólogos brasileiros o viés ideológico artificialmente escondido no fenômeno de duplo efeito sincronizado – explosão da internet e implosão dos jornais –, como parte da arquitetura de uma governança mundial. Mas é um tema que merece atenção. Um sugestivo ponto de partida para consideração […]


O trauma de Traumann

Principal demanda funcional do ministro da Comunicação Social no governo brasileiro é administrar um orçamento de quase R$ 2 bilhões de verbas de publicidade (em 2012, R$ 1.797.848.405,13.) e os contratos publicitários do governo federal, o maior anunciante do Brasil. Entretanto, sua atribuição institucional mais importante é formular e conduzir diretrizes, programas e estratégias da […]


Espiral do barulho

Quando os holofotes da mídia se voltam para uma personalidade, por questão relevante ou por interesse coletivo, projetando dela atitudes censuráveis ou rejeitáveis, seus efeitos, por acumulação, intensidade e ubiquidade, acabam alterando, em maior ou menor grau, a formação da opinião pública sobre essa personalidade. Vista como fenômeno de comunicação, a recente rebelião das massas […]


Governo Dilma acabou

Depois da histórica rebelião das massas no Brasil, no recente 15 de março, ao vivo nas redes de televisão, com mais de dois milhões de brasileiros nas ruas de todo o país – conforme cálculos oficiais, três milhões segundo os organizadores –, vestindo verde e amarelo, e gritando “Fora Dilma”, “Fora PT”, não adianta mais […]


O tambor do aldeião

Globalização é uma ideia original de fundamento da primitiva Igreja Cristã, desde a ordem de Jesus aos apóstolos: “Ide e pregai a todos os povos, até os confins da terra”. Depois, a própria Igreja criou uma simbologia solene de universalidade na coroação do papa Celestino II, em 1143, com a introdução da benção apostólica Urbi […]


O papel do jornal

“Um retrospecto da história do jornal, desde o seu surgimento em 1605, revela que ele resistiu, assim como o livro, a todos os embates da tecnologia e das mudanças sociais. O obscurantismo político, a revolução industrial, as invenções para vencer as distâncias, as guerras, as migrações, a recessão econômica, a TV, tudo, enfim, foi absorvido […]


A galáxia de Gutenberg

Até quando resistirão os grandes jornais japoneses, os maiores do mundo, ao gigantismo da internet envolvendo três bilhões de pessoas em comunicação instantânea planetária? O Japão tem uma população de 128 milhões de pessoas, dos quais 30 milhões em Tóquio, maior metrópole do planeta, e cerca de 120 diários impressos com tiragem total de mais […]


O déficit educacional secundário

“Educação pública nunca resolve o difícil problema do desenvolvimento”, Seguindo Honoré de Balzac, o genial escritor francês, autor de 95 romances e agudas observações psicológicas e filosóficas, pode-se dizer que o maior problema do Brasil não é o superávit primário, mas o déficit educacional secundário. Seus reflexos comprometem o presente e condenam o futuro ao […]


O abraço de anaconda

Embora tenha surgido nos meios militares dos Estados Unidos no início dos anos 1960, com objetivos militares e em plena Guerra Fria, sendo nas duas décadas seguintes bastante utilizada e aperfeiçoada em universidades, somente no começo dos anos 1990 a internet deixou de ser privilégio dos militares e das universidades e virou sucesso de público […]


Bala de prata

Meu artigo “A cabeça da serpente”, na edição 836 deste Observatório da Imprensa, propondo a exclusão da internet do conteúdo dos jornais como porta de saída da crise mundial da mídia impressa, mereceu manifestação da Associação Nacional de Jornais por meio do seu assessor de comunicação, Carlos Muller: “Você resumiu bem a evolução da crise. […]