Wednesday, 24 de April de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1284

Artigos de Luciano Martins Costa

Na pista de uma notícia da China

Na semana de 12 de abril, o governo da China aumentou em dois pontos, de 7% para 7,5%, o porcentual dos depósitos que os bancos do país são obrigados a deixar imobilizados no Banco do Povo, o banco central chinês. (Para se ter uma idéia da proporção desse 0,5%, basta lembrar que, no Brasil, o […]


Muita ilusão na origem da crise

Algumas verdades supremas contrabandeadas para as redações nos anos 1990 por consultores bem articulados, com as quais os gestores de jornais ainda convivem como o cura e seu breviário, começam a se configurar mais propriamente como fontes de problemas do que como recursos para a melhoria da circulação dos diários. Passados alguns anos de ciclotimia, […]


Um retrato da transição

A homenagem prestada ao diretor de Opinião do jornal O Estado de S. Paulo, Ruy Mesquita, semana passada, na abertura do 7º Congresso Brasileiro de Jornalismo Empresarial, Assessoria de Imprensa e Relações Públicas, pode representar uma oportunidade privilegiada para a observação da imprensa brasileira neste momento de transição. No palco, entre o governador Geraldo Alckmin […]


O espelho quebrado da mídia

O mercado mundial de divisas negocia diariamente um volume de 2 trilhões de dólares. O número de subnutridos em todo o planeta alcança a cifra de 1 bilhão de indivíduos. O secretário-geral da ONU, Kofi Annan, anuncia resultado de pesquisa na qual se constata que dois terços dos cidadãos do mundo – incluídos habitantes das […]


O que o BNDES ainda não disse

A semana que começa deve marcar a continuidade da movimentação que se iniciou há cerca de dez dias em alguns gabinetes do Congresso Nacional. Senhores em ternos discretos, chamando-se fraternalmente entre si de ‘irmãos’, têm partilhado água e cafezinho com outros não tão discretos nem tão fraternos, em torno de um tema absolutamente terreno: como […]


O risco dos efeitos colaterais

Começa a se configurar o modelo do socorro que o BNDES deverá prestar às empresas de mídia no Brasil: um total de até 4 bilhões de reais será colocado à disposição dos solicitantes, por meio de outros agentes financeiros. Além disso, poderá ser criada uma linha de crédito especial para a compra de papel de […]


Picaretagem na TV americana

Deu no New York Times (15/3), matéria assinada por Robert Pear e Jim Rutenberg: investigadores federais americanos estão rastreando emissoras de TV nas quais a administração Bush tentou veicular vídeos de propaganda em que atores são pagos para posar de jornalistas e apresentar supostas reportagens sobre os benefícios do sistema de saúde Medicare, criado pelo […]


O futuro e o retrato da ruptura

Quando os chamados gurus da era digital se referiram, dez anos atrás, a uma idéia então obscura de revolução nos meios de comunicação, muitos centímetros de coluna foram produzidos na mídia impressa para tentar derrubar pelos argumentos o que os fatos vêm progressivamente confirmando: estamos vivendo em plena ruptura e deveremos participar, ainda nesta década, […]


O que se esconde sob uma cobertura

Há momentos em que fazer bom jornalismo não basta. Momentos em que a linearidade e correção comprometem a missão do jornalismo, e em que somente com a ruptura de paradigmas se consegue realmente interpretar a realidade em seu ponto de mutação. São raros esses momentos, e é preciso que os jornalistas estejam preparados para lhes […]


A nova mídia dirigida está chegando

O tema ainda não está sendo levado a sério pela Associação Brasileira de Anunciantes, mas algumas agências de marketing direto já fazem circular mensagens via internet espalhando, como um vírus, um verdadeiro epitáfio para a mídia como a conhecemos: a comunicação de massa, onde se insere o negócio da imprensa, está em processo de decomposição, […]


O leitor será o último a saber

Poucas têm sido as ocasiões, em nossa história recente, nas quais se pôde perceber tão claramente de que material é feita a imprensa brasileira, e, por conseguinte, quais são os paradigmas com os quais se forma a opinião pública nacional. O episódio Waldomiro Diniz traz um curso compacto, porém completo, sobre a natureza do poder […]


A guerra na TV

Por trás da guerra das emissoras de televisão, que levou os dirigentes da Record, RedeTV! e SBT a bombardearem o programa de socorro do BNDES às empresas de comunicação, pode estar algo muito menos nobre do que a ética ou a independência da imprensa – argumentos fartamente anunciado pelos reclamantes. Muito provavelmente, a estratégia das […]


Mídia rasga a fantasia

Estabeleceu-se oficialmente a cizânia entre as empresas nacionais de comunicação. A comitiva de descontentes que visitou na quinta-feira, dia 19, o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, Carlos Lessa, não podia representar mais explicitamente uma declaração de guerra: Luiz Sandoval, presidente do Grupo Sílvio Santos, Amílcare Dallevo Júnior, presidente da RedeTV!, e […]


A mídia sem mediadores

Uma educação tradicional em Freud, Marx, Adorno, Kant, Nietzsche ou – haja distância – Carlos Alberto Montaner, pró ou contra, como referências de matrizes de pensamento, ainda é suficiente para a compreensão do mundo em que vivemos? A questão freqüentou nesta semana um verdadeiro bate-boca entre jornalistas que discutiam a crise da mídia. Tudo começou […]


Lições de uma crise sem fim

Poucas vezes, nos últimos anos, os leitores têm tido a oportunidade de conhecer em detalhes a crise da mídia nacional como nesta semana, a partir da reportagem de duas páginas, com direito a sub-manchete, publicada na Folha de S.Paulo de domingo (15/2, págs. B 6 e B 7) pela jornalista Elvira Lobato. Com carta branca […]


A imprensa na periferia do poder

Na terça-feira (3/2), quando o ministro Antônio Palocci se expôs à mídia para – nas palavras unânimes da grande imprensa nacional – ‘tranqüilizar o mercado’, os principais jornais do país adotaram exatamente a mesma versão dos fatos econômicos e a mesma percepção do significado político da manifestação do ministro. Metade deles insinuou, a outra metade […]


O governo mudou e a imprensa não percebeu

Em agosto de 1975, este observador era estudante de jornalismo na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), em São Paulo, e recebeu uma tarefa, juntamente com uma colega de classe: entrevistar o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo e Diadema, Paulo Vidal Neto. Se Vidal não estivesse disponível, deveríamos conversar com Nélson […]


Quantos lados tem o balcão?

ALÉM DAS REDAÇÕES Quantos lados tem o balcão? Luciano Martins Costa (*) O encontro com correspondentes estrangeiros, realizado semana passada em São Paulo, fez emergir uma série de questões antigas e ainda mal resolvidas do jornalismo praticado no Brasil. Uma delas, resíduo de tempos mais românticos que se destaca nesta época de crise e parcas […]