Sunday, 21 de July de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1297

Artigos de Wagno Oliveira de Souza

O software da ‘cidadania’

Há de se considerar que a cidadania tem como característica principal a participação, por parte do cidadão, dos atos e decisões que se dirigem para o aspecto coletivo das decisões emanadas no seio da vida social, e não simplesmente pelo simples fato de saber, ou ter consciência, sobre o que deve ser feito. Cidadania é […]


O poder de Narciso

Que uma imagem vale mais do que palavras é consenso. Agora quando um determinado político acredita que a sua imagem vale mais que mil ações, aí o problema é outro. A razão da questão se dá porque na busca por soluções urgentes e necessárias não advindas do poder público, o descaso termina sendo resolvido muitas […]


Piada sem graça

A mistura de humor, mídia e eleição é uma faca de dois gumes. O jogo político deixa de estar apenas no ringue da razão e passa a ser objeto também das emoções. Isso significa dizer que a decisão (racional) corre o risco de se tornar mera adesão (emoção).A diferença fundamental entre o homem e os […]


A formação do preconceito

A mente humana produz defesa sempre que situações de ameaça são identificadas. Ao longo da vida a memória do ser humano vai acumulando experiências e fazendo registro de pessoas, coisas, situações e lugares que geram prazer como também produzem dor. Esse mecanismo é responsável pelo surgimento de conceitos prévios que alertam a pessoa sobre situações […]


A ética subliminar do escravo

Quem assiste aos programas de TV sobre o referendo tem a sensação de que a reforma política, que pretendia confinar as campanhas políticas em estúdios, está quase valendo para os que estão do lado do ‘não’, enquanto a publicidade do ‘sim’ é toda cheia de música, artistas globais e, pela empolgação artificial, até parece propaganda […]


Democracia sem cidadãos

Se comparado à crise que desencadeou o impeachment do ex-presidente Collor, o atual problema político do governo Lula inquestionavelmente ganha em indícios, provas e, por que não, em informação. Independentemente do envolvimento pessoal, ou não, do presidente, o certo é que mesmo diante do tamanho da onda de corrupção e sua notoriedade pública nos jornais, […]