Monday, 15 de April de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1283

Edição: 921

Eduardo Cunha: a manobra frustrada

Mesmo em um cenário de possível crise, no qual divide e disputa lugar com “notícias” vindas de todos os lugares, o jornalismo mantém uma centralidade como espaço público importante para decifrarmos o mundo. Todos os atores deste intrincado cenário político sabem disso, de alguma forma: mesmo que todos considerem que o que fazem os jornalistas […]

Apertem os cintos: estamos entrando na era da pós-verdade

Pós verdade parece mais uma expressão de impacto para chamar a atenção de um público saturado de informações e inclinado para a alienação noticiosa. Mas o fato é que estamos diante de um fenômeno que já começou a mudar nossos comportamentos e valores em relação aos conceitos tradicionais de verdade, mentira, honestidade e desonestidade , […]

A polêmica sobre a escolha do uniforme pelos alunos do colégio Pedro II

Se quisermos conhecer as verdadeiras faces do preconceito no Brasil, basta analisar a repercussão de ações que visam a conceder algum tipo de melhoria nas condições de vida de setores sociais historicamente marginalizados. Quando as cotas raciais em universidades públicas começaram a ser aplicadas, grupos conservadores prontamente se organizaram para apontar que essas ações afirmativas […]

Ideias lacradas ou mera briga de foice?

No populário brasileiro, nenhuma briga pode ser mais encarnecida do que a briga de foice. Trata-se de uma espécie de escaramuça peculiaríssima na qual ninguém invoca o bom senso. As regras, se haviam, foram previamente inutilizadas pelos contendores e o único limite aceitável, já que não há outro que seja conhecido, é o da decapitação […]

Precisamos falar de ética na TV

Em uma obra bastante conhecida, o professor Eugênio Bucci pontua que nós, jornalistas, não costumamos gostar de falar sobre ética. As razões são várias, mas uma delas me chama mais a atenção: como o ofício jornalístico é marcado essencialmente pela rapidez, pelo dinamismo, não há como parar as atividades cotidianas para discutir cada decisão que […]

2018 em jogo

Ninguém duvida de que estamos decidindo as eleições presidenciais de 2018 nesse início de primavera que embala as insossas campanhas municipais de 35 partidos em 26 capitais. Desde já as pesquisas  prenunciam desestímulo, desinteresse, desconfiança, intenção de votos nulos e brancos, juventude transviada das urnas, ausência de liderança e programas, dissociação entre política e sociedade. […]