Thursday, 18 de July de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1297

News of the World cobrará por acesso online

Os planos de James Murdoch para cobrar pelo acesso online ao tabloide britânico News of the World no próximo mês mostram que ele está ampliando o modelo de conteúdo pago, mesmo com anunciantes abandonando dois jornais do grupo que já se tornaram pagos. Em julho, o The Times e o The Sunday Times passaram a ser restrito para assinantes. Em outubro, o site do News of the World estará acessível por US$ 1,6 por dia ou quase o dobro por um mês. ‘O News of the World tem muito conteúdo e vídeos, o que facilitará a atração de leitores dispostos a pagar’, comentou Benedict Evans, analista de mídia da Enders Analysis.

Com mais pessoas tendo acesso a notícias na rede, jornais estão cada vez mais adotando o modelo pago, para tender compensar as perdas publicitárias com o impresso. A estratégia de Murdoch de colocar todos as matérias de seus jornais britânicos acessíveis apenas para os que pagarem por elas difere da adotada por outros jornais, como o Financial Times, que primeiro dá acesso a algumas matérias online, antes de começar a cobrar.

Até agora, o The Times e o The Sunday Times não estão tendo uma experiência positiva, com leitores deixando os jornais para ler as notícias de modo gratuito – o que resulta em perda de anunciantes também. ‘É possível ir à CNN ou ao The Guardian para ter acesso. Ninguém é indispensável’, avaliou Chris Bailes, gerente de negócios digitais da Starcom MediaVest Group, que cortou anúncios no The Times e Sunday Times em mais de 50%. Informações de Kristen Schweizer [Bloomberg, 16/9/10].