Monday, 22 de April de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1284

“O narcotráfico é um problema social”

O Observatório da Imprensa reapresenta uma entrevista especial com o antropólogo argentino Néstor García Canclini, considerado um dos maiores pensadores da atualidade. O professor argentino, radicado no México, conversou com o apresentador Alberto Dines sobre questões que afligem a Humanidade no século XXI: a xenofobia na Europa, a identidade dos povos indígenas da América do Sul e o preconceito racial no Brasil e no mundo.

Nestor Canclini / Foto wikimedia / Creative Commons

Nestor Canclini / Foto wikimedia / Creative Commons


Especialista em cultura e consumo nos meios de comunicação, Canclini critica a superficialidade e a velocidade das redes sociais que não dão espaço nem tempo para o aprofundamento dos assuntos. O escritor não é contrário aos meios de comunicação de massa, mas apoia e sublinha o trabalho dos observadores ou ombudsman da mídia. Para ele “A observação é básica para viver. Não é só necessário olhar e observar. Supõe também entender, compreender.”
Nestor Canclini, que fugiu da ditadura argentina e se radicou no México, também lançou seu olhar crítico para a violência dos cartéis mexicanos. Ele afirmou que “a guerra do governo contra o narcotráfico fracassou claramente. A militarização e a repressão não servem. É preciso encarar o narcotráfico como um problema social.”