Thursday, 25 de April de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1284

Carlos Wagner

Até quando o Caveirão será símbolo da política de segurança pública no Brasil?

Anos atrás, quando fazia uma série de reportagens em Alagoas sobre pistoleiros de aluguel, ouvi de uma promotora de Justiça uma frase que jamais vou esquecer. Ela disse: “Aqui não tem bala perdida, todas têm endereço certo”. Fazia referência ao uso recorrente de matadores de aluguel para resolver as desavenças pessoais, políticas e econômicas nas […]

Tragédia gaúcha coloca as mudanças climáticas na pauta das eleições municipais

Até agora as mudanças climáticas causadas pelo aquecimento global têm sido uma pauta periférica nas disputas políticas municipais nas pequenas, médias e grandes cidades dos estados do Sul do Brasil. Isso deverá mudar nas eleições de 2024. As mudanças viraram a nova realidade do clima, como demonstram as tragédias que varreram a região em 2023. […]

Marcha dos mercenários do Grupo Wagner a Moscou foi uma encenação?

Há uma crença entre os velhos repórteres que a verdade emerge na cobertura dos grandes acontecimentos só depois que a poeira baixa. Até lá, é uma guerra de versões. Lembrei-me dessa crença em junho, logo que começaram a aparecer as primeiras notícias sobre a marcha que estava fazendo rumo a Moscou o Grupo Wagner, mercenários […]

Governo Lula tem um plano para lidar com o crescimento da intolerância religiosa?

É um fato que preocupa a intensificação dos ataques, por todos os cantos do país, de intolerantes travestidos de pastores evangélicos contra as religiões afro-brasileiras, em especial o candomblé e a umbanda. A ação dos intolerantes tem sido mais intensa entre os neopentecostais, um ramo dos evangélicos que se estabeleceu na periferia das grandes cidades […]

Até onde o presidente do BC vai esticar a corda dos juros altos?

Contrariando a previsão de segmentos importantes da economia nacional, o Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central (BC), manteve a taxa básica de juros da economia (Selic) em 13,75% e não sinalizou que poderá baixá-la em um futuro próximo. Quais os motivos que levaram à manutenção da taxa dos juros pelo Copom e pelo […]