Monday, 04 de July de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1194

Artigos de A. P. Quartim de Moraes

No rumo das trevas

O pai empenhado na educação do filho pequeno chega trazendo três grossos livros. Coloca-os sobre a cadeira e o garoto senta-se em cima deles, ficando na altura adequada para acessar o computador que está sobre a mesa. É o criativo gimmick que um gênio publicitário imaginou para dar brilho a um comercial de TV de […]


No rumo das trevas

O pai empenhado na educação do filho pequeno chega trazendo três grossos livros. Coloca-os sobre a cadeira e o garoto senta-se em cima deles, ficando na altura adequada para acessar o computador que está sobre a mesa. É o criativo gimmick que um gênio publicitário imaginou para dar brilho a um comercial de TV de […]


A propósito de Avenida Brasil

O fenômeno do estrondoso sucesso da novela Avenida Brasil tem merecido a atenção de críticos e especialistas, mas entendo que há um ângulo pelo qual ainda não foi devidamente considerado. Não se trata apenas do êxito excepcional de um exemplar do gênero literário que há muito se consagrou no Brasil: a teledramaturgia, que domina, em […]


O livro, a produção e a circulação da cultura

As vicissitudes do mercado editorial brasileiro, que têm sido objeto frequente de meus artigos neste “Espaço Aberto”, inscrevem-se, é claro, no contexto mais amplo do angustiante e ainda incipiente processo de formação cultural do país. O fenômeno universal da formação cultural das gentes está preso, nas sociedades modernas, principalmente a partir do Iluminismo, aos processos […]


Em respeito à missão do livro

Ao desejar-me feliz ano novo, um fraterno amigo fez uma “crítica construtiva” aos artigos que tenho publicado regularmente neste espaço a respeito do mercado editorial: “Não adianta ficar metendo o pau no mercado. Ele tem razões próprias e nada vai mudar isso.” Tem toda a razão também o meu amigo. Longe de mim a pretensão […]


A literatura brasileira pede passagem

Um dos assuntos em evidência durante a recente Feira do Livro de Frankfurt foi a preocupação de editores e autoridades governamentais com a necessidade de abrir espaço para a literatura brasileira no exterior. Maravilha! Mas agora, que está todo mundo de volta à realidade de nosso mercado editorial, que tal dedicar alguma atenção também à […]


No reino dos best-sellers

As listas de livros de ficção mais vendidos no Brasil revelam claramente que a indústria editorial brasileira, no segmento sintomaticamente denominado trade (livros de interesse geral comercializados no varejo), está totalmente atrelada à norte-americana. Muito especialmente na ficção, o livro que não passa, primeiro, pelos best-sellers do jornal The New York Times tem escassas possibilidades […]