Tuesday, 09 de August de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1199

Artigos de Carlos Eduardo Lins da Silva


O futuro da privacidade

O Pew Research Center realizou em dezembro do ano passado um estudo qualitativo sobre o futuro da privacidade. Foram entrevistadas pessoas que ocupam cargos de liderança na indústria da comunicação e lhes foi pedido que esboçassem suas impressões sobre como nos próximos dez anos poderão se desenvolver as relações entre garantia da privacidade e avanço […]


As águas não rolaram

A imprensa brasileira até que começou a fazer um bom trabalho depois que a “crise hídrica” se tornou realidade reconhecida no início deste ano. Mas, antes disso, como tem sido tradicional com problemas sociais previsíveis ou até de sazonalidade garantida (como as inundações a cada verão), ela falhou na prática do jornalismo “preventivo”. Um dos […]


Eu sou Charlie (mais Brown do que Hebdo)

Charlie Brown inspirou o batismo do Charlie Hebdo. O grupo de humoristas liderado por François Cavanna e George Bernier produzia, nos anos 1960, a revista mensal Charlie (que editava tiras, entre elas Peanuts, de Charlie Schulz) e o semanário Hara-Kiri Hebdo, este com a personalidade cáustica que o caracterizava. Em 1970, em exemplo das incoerências […]


A notícia tem de ser soberana

A imprensa inglesa, que tem sido assolada há anos por quase todos os tipos de problemas (financeiros, tecnológicos, éticos), ainda se mostra capaz de surpreender positivamente, mesmo quando ela é uma vez mais atingida. Na semana passada, Peter Oborne, editor associado da revista The Spectator e principal comentarista político do jornal The Daily Telegraph, ambos […]


A exuberância prematura do ‘Times’

O New York Times segue sendo visto pela comunidade jornalística mundial como um modelo para o negócio, tanto em termos de conteúdo quanto das estratégias para enfrentar a crise de mais de 20 anos que aterroriza o setor. Por isso, quando o seu tão elogiado sistema de paywall chegou ao número de 870 mil assinantes […]


Britânicos testam seu novo modelo

Depois do terremoto do escândalo que levou ao fim do tabloide News of the World, pôs vários editores na cadeia e gerou um longo processo de expiação de culpas da categoria jornalística britânica, começa a ser testado o sistema desenhado pela célebre Comissão Leveson, constituída para tentar solucionar os graves problemas éticos que assolavam a […]


Uma boa instituição pode melhorar outra

O horário eleitoral gratuito é uma instituição democrática saudável. Ele garante à sociedade acesso às propostas de candidatos aos cargos públicos independentemente do poder econômico de cada um deles. Nos Estados Unidos, um grande ícone do jornalismo, Walter Cronkite, liderou por décadas uma campanha pela instituição de sistema parecido para diminuir a influência do capital […]


Divulgação de escândalo Watergate seria mais difícil hoje

Em maio de 2009, na reunião mundial de ombudsmans em Washington, uma das sessões ocorreu no auditório do “Washington Post”. A conferencista era a publisher do jornal, Katharine Weymouth, então com 42 anos, neta da lendária Katharine Graham. Na plateia, estava Ben Bradlee, aos 88 anos, que, com a avó de Weymouth, foi um dos […]


Propaganda não decide eleição

Seja qual for o resultado, a campanha presidencial de 2014 já terá prestado enorme serviço ao Brasil se os políticos quiserem enxergar alguns fatos que ela já produziu. Há décadas, partidos e líderes políticos fazem concessões e traem ideais e biografias (Lula no jardim de Maluf com Fernando Haddad, por exemplo) para conseguir alguns minutos […]


Genes, ideologia, política e jornalismo

Dilma Rousseff e Barack Obama, como praticamente todos os políticos que exercem o poder em democracias no mundo, se sentem injustiçados pela imprensa, e de vez em quando saem atirando contra ela, especialmente em anos eleitorais, como é o de 2014 no Brasil e nos EUA. Entre as características em comum que os dois presidentes […]


Mídia levanta bola e reclama quando cortam

O assunto é futebol, mas vem do vôlei a analogia que melhor descreve o comportamento do jornalismo brasileiro em relação à Copa do Mundo. Desde 2003 sabia-se que o Brasil iria sediar o torneio deste ano. Formalmente, o anúncio da Fifa ocorreu em 2007. Mas quatro anos antes, quando Joseph Blatter, presidente da entidade, tornou […]


Mundo do trabalho muda

Todos sabemos que o ambiente profissional do jornalismo mudou de maneira radical desde que, cerca de 20 anos atrás, a internet começou a se tornar realidade inescapável para quem exerce a atividade. Mas é importante descrever e compreender empiricamente como essas mudanças ocorrem e o que resulta delas. O Centro de Pesquisa em Comunicação e […]


Estudos mostram efeitos do Twitter

Três estudos acadêmicos recentes mostram como o Twitter, uma das mídias sociais mais utilizadas no mundo, afeta a sociedade, em especial o jornalismo. Nas campanhas eleitorais – Peter Hamby, do Shorenstein Center da Universidade Harvard, entrevistou 70 repórteres que cobriram as eleições presidenciais americanas de 2012 para tentar aferir como o Twitter interferiu em seu […]


O organograma da redação está mudando

Durante as muitas décadas em que a maneira de fazer jornalismo no mundo ocidental teve sucesso e garantiu negócios lucrativos a quem nele empreendia, não havia necessidade – nem muita disposição – para mudar processos, métodos e formas de organização. O organograma de um veículo jornalístico, por exemplo, permaneceu igual ao longo de praticamente todo […]


Livro traz abordagem original, mas sem novidades

É missão impossível separar joio de trigo entre os supostos 40 mil livros sobre a vida e a morte de John Kennedy, mas a maioria absoluta deve ser de baixa qualidade. Mesmo um trabalho sério, bem pesquisado e bem escrito, com algumas informações novas potencialmente relevantes para a improvável elucidação dos mistérios de 1963, pode […]


Quando só a ficção chega ao humano

A tragédia de Antônio Marcos Pimenta Neves e Sandra Florentino Gomide é daquelas que provocam referências quase inevitáveis às surradas comparações entre ficção e realidade. Lorde Byron (“a verdade é sempre estranha, mais estranha que a ficção”), Mark Twain (“a única diferença entre a realidade e a ficção é que a ficção precisa ter credibilidade”), Borges […]


A arte de garimpar histórias

No prefácio de “Histórias que os Jornais Não Contam Mais” (Belaletra), de Anélio Barreto, o jornalista Sandro Vaia afirma que o título “pode servir como epitáfio dos jornais que agonizam e ao mesmo tempo como diagnóstico das razões dessa agonia”. Ou seja: “Morrerá mais rapidamente quem esquecer que a essência mesma do jornalismo é contar […]


A agonia da empresa jornalística familiar

A venda do jornal The Washington Post para o empresário Jeff Bezos, anunciada na segunda-feira (5/8), além de carregar uma simbologia extrema sobre as mudanças radicais que vêm ocorrendo há duas décadas no mercado de comunicação, é mais um duro golpe contra a instituição do jornal controlado por famílias, que foi dominante na imprensa americana […]


Venda do ‘WP’ para a gigante digital é simbólica

Na reunião mundial de ombudsmans em Washington em 2009, em um debate no Museu da Notícia, a publisher do Washington Post, Katharine Weymouth, então com 42 anos, entrou numa velada competição com Ben Bradlee, o ex-editor-chefe de seu jornal, então com 88, pela atenção dos participantes. Ela estava na mesa, ele, na plateia. Mas, quando […]