Thursday, 07 de July de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1195

Artigos de Paulo José Cunha

Fake news, bad news

Jornalistas repetem na intimidade das redações uma frase que ficou famosa, e que só tem graça em inglês: “Bad news, good news”. Numa tradução livre: más notícias são, na verdade, boas notícias do ponto de vista do negócio da imprensa. Porque notícia ruim é que vende jornal, aumenta a audiência da tv e do rádio, […]


A mentira como matéria prima

É fácil perceber o desastre resultante da associação entre a incapacidade de distinguir notícia falsa e a proliferação em escala planetária de noticiário mentiroso, criado com a finalidade de alavancar o ganho pessoal dos donos de sites por meio do reforço a convicções ideológicas e/ou religiosas fundamentalistas. Tal fato ocorre de forma vertiginosa e devastadora […]


A audiência do JN caiu. A da TV também

Sim, a audiência do Jornal Nacional está caindo. No ano de 2.010 teve a sua maior queda no Ibope – 24% – em relação a 2.000. Naquela época, o JN registrava 39,2 pontos. Agora, 29,8. E o que isso significa?Vamos começar pela ‘explicação’ dos apocalípticos. A primeira é a de que a gestão Ali Kamel/William […]


O mundo de pernas para o ar

O impacto da revelação dos 250 mil documentos do Departamento de Estado dos Estados Unidos pelo site WikiLeaks ainda está por ser avaliado do ponto de vista de sua influência na forma de produção do jornalismo do futuro e da política de confiabilidade das informações oficiais.No primeiro campo, temos a dolorosa missão de informar que […]


Da arte de forçar a barra

‘Esquentar’ uma matéria, no jargão jornalístico, é forçar a barra, apresentando o fato numa dimensão superior à sua importância. É recurso condenável, mas muito usado para atrair mais audiência ou alavancar tiragens de jornais e revistas.Na cobertura das declarações do ministro da Comunicação Social, Franklin Martins, sobre os conselhos de comunicação e a regulamentação da […]


Laranja é veneno, sabia?

Outro dia, ouvindo o programa Caminhos Alternativos, da rádio CBN, percebi o quanto a técnica da boa entrevista vem sendo negligenciada entre os coleguinhas. Caminhos Alternativos é um bom programa, que ouço regularmente, até porque aborda questões que não entram na pauta convencional por preconceito ou receio de desmoralização do veículo. Algo como: ‘Melhor não […]


Seja terrorista, jogue um livro na TV

Notícias sobre os baixos índices de leitura do brasileiro são frequentes na televisão. Vez por outra, ao se assistir a algum noticiário, lá estão as estatísticas apontando, com seu dedo acusador, a falta de hábito de leitura, a pouca afinidade do brasileiro com o livro. Ao mesmo tempo, pelo valor-notícia que carregam, nossas emissoras de […]


Debates são notícias e não eventos de outra emissora

As emissoras de televisão estão sonegando informações sobre os candidatos à presidência da República. ‘Grande novidade. Se elas se pautam pelas inclinações ideológicas de seus donos ou por seus interesses patrimoniais, nada demais, ora.’ Mas não falo disso: falo de informações essenciais do dia-a-dia dos candidatos. ‘Como assim, se todo dia os telejornais trazem informações […]


Pior do que está não fica

O Horário Eleitoral Gratuito, embora tenha sido criado em 65, no alvorecer da ditadura, é uma grande bolação, se considerarmos que abre oportunidades compatíveis com o peso dos partidos, a partir de suas representações parlamentares. É, portanto, extremamente democrático. Não conheço experiência parecida em outros países. Na maioria, o acesso ao rádio e à televisão […]


Os ‘fichas sujas’ estão gastando o meu dinheiro

Não sei como o STF julgará os recursos contra impugnações de candidaturas com base na Lei da Ficha Limpa. Ninguém sabe. Outro dia, o Correio Braziliense arriscou uma antecipação do voto de cada ministro com base em suas decisões anteriores. Mas o resultado revelou-se inconsistente, diante da enorme quantidade de imponderáveis envolvidos na questão. Uma […]


Deem-me uma imagem e moverei o ibope

A equipe de José Serra sabe que somente um belo escândalo seria capaz de alterar os rumos da campanha eleitoral que se encaminha para uma vitória em primeiro turno da candidata petista Dilma Rousseff. O problema é que um escândalo capaz de mexer com a cabeça do eleitor precisa ter força midiática. É fundamental que […]


O nascimento do velho

No dia 28 de julho de 2020, o velho que morava dentro do menino resolveu nascer. O menino ficou sem saber direito o que dizer, nem disse: apenas olhou o velho nascer como se o velho se erguesse das entranhas da própria morte, até chorar o primeiro choro, entre aplausos da plateia que acompanhava aquele […]


O marketing político e a ética

Qual a diferença entre a propaganda eleitoral e o debate eleitoral? Simples: a propaganda tenta mostrar o candidato como ele (ou os marqueteiros) gostaria(m) que fosse visto. E o debate eleitoral mostra o candidato como ele efetivamente é. Alguém pode argumentar que as técnicas de marketing destinadas à preparação dos candidatos para debates encobrem a […]


Umas coisinhas que vi por aí

Fui salvo pelos atropelos de uma viagem a Buenos Aires. Ia escrever artigo sobre o que de mais chato ocorreu na TV durante a Copa. E abriria o texto descendo o cacete na chatura do Torpedão do Faustão nos intervalos comerciais, com apresentação de Cissa Guimarães. Tive de correr com as providências quanto a cartão […]


Imprensa existe pra pegar no pé

O Millôr tem uma frase ótima: ‘Imprensa é oposição, o resto é armazém de secos e molhados.’ Eu me lembrei dela ao avaliar o impacto da postura destemperada do técnico Dunga em relação à imprensa, mais especificamente em relação à Rede Globo, nos episódios que todo o Brasil – e o mundo – acompanharam pelos […]


Fifa ainda vai descobrir a tecnologia

A tecnologia é impositiva. Dois exemplos rápidos: o celular e o computador. Quando os celulares foram lançados no Brasil houve quem não aceitasse a nova tecnologia. Alegava-se que não passava de uma coleira eletrônica. Podia-se perfeitamente viver sem ele. Em pouco tempo todo mundo aceitou o celular, e hoje é inadmissível não dispor de um. […]


Culpa da imprensa burguesa

Por medida de segurança, toda vez que ouço ou leio a expressão ‘imprensa burguesa’ me empertigo e adoto posição de defesa e alerta. Não se trata de atitude preconceituosa ou ideológica, mas o contrário: defendo a preservação da minha liberdade e a garantia de minha autonomia em relação às diversas tendências editoriais, sejam elas quais […]


Voo cego com o Duque e o general

Quando surgiu, na década de 80, o Bom Dia, Brasil era todo produzido em Brasília. Monforte era o apresentador. Eu, repórter, dividindo a bancada com o Monforte nas entrevistas, principalmente as políticas, e tomando o famoso ‘café da manhã’ na casa de alguns entrevistados, quadro que um dia mereceu gozação do Jô Soares, que apareceu […]


Abaixo a ditadura do gancho

Há quem diga que a imprensa vive sob a ditadura dos prazos, dos dead-lines (os horários de fechamento), principalmente agora, com a aceleração alucinada das notícias em tempo real. Costuma-se debitar os erros, as omissões, as trapalhadas e equívocos que custam arranhões ou dilacerações brutais à dignidade e à honra alheias na conta da falta […]


Sua Excelência, o fato

Ulysses Guimarães gostava da expressão ‘Sua Excelência, o fato’ para se referir a algo irrefutável, semelhante ao los hechos son los hechos, dos espanhóis. Em jornalismo, muitas vezes temos de provar com fatos uma afirmação, uma denúncia, até mesmo uma insinuação. Duas historinhas para ilustrar. E de como fui salvo por ‘Sua Excelência, o fato’.Trabalhava […]