Friday, 14 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1292

Edição: 937

O sumiço dos leitores nos jornais gaúchos

A circulação dos dez jornais gaúchos auditados pelo Instituto Verificador de Comunicação (IVC) chegou à queda mediana de 20,37% em 2016. Nos números levantados entre dezembro de 2015 e dezembro de 2016, teve diário que reduziu a impressão em mais de 30%. Pior do que os dados ruins foi a postura dos veículos de sonegar […]

Um crítico para chamar de seu

Com bastante frequência, ex-alunos e alguns veículos de imprensa me perguntam se o jornalismo cultural se tornou irrelevante com o advento digital, com leigos e especialistas promovendo de tudo em redes sociais, de forma gratuita. E eu sempre respondo a mesma coisa: nunca antes o jornalismo cultural se tornou tão relevante como atualmente, no século […]

A ciência está matando as mulheres?

As manifestações no Brasil e em todo mundo por ocasião do Dia Internacional da Mulher, que este ano se articularam em torno do movimento global “8M”, têm promovido intensas articulações para ocupar as ruas e também têm proporcionado uma variedade de debates e reflexões acerca das questões de gênero e dos feminismos na sociedade. Um […]

A mentira como matéria prima

É fácil perceber o desastre resultante da associação entre a incapacidade de distinguir notícia falsa e a proliferação em escala planetária de noticiário mentiroso, criado com a finalidade de alavancar o ganho pessoal dos donos de sites por meio do reforço a convicções ideológicas e/ou religiosas fundamentalistas. Tal fato ocorre de forma vertiginosa e devastadora […]

O “isentão” e a neutralidade ideológica

Em meio à polarização que inflama os fóruns digitais, ganhou notoriedade uma linha argumentativa supostamente avessa a todos os flancos que porventura participem dos debates. A tendência, calcada no repúdio indiscriminado à esfera política, atrai descontentes que não querem se comprometer com programas e legendas. A eles ficou associada a alcunha “isentão”, que já entrou […]

Temer distorce dados sobre reações contra a reforma da Previdência

“63% dos trabalhadores brasileiros terão aposentadoria integral porque ganham salário mínimo, lamento dizê-lo. Quem pode insurgir-se é um grupo de 27%, 37%. A reforma pode merecer ajustamento, e quem vai discutir isso é o Congresso Nacional, mas quem reclama é quem na verdade ganha mais. Quem está acima desses tetos, quem tem aposentadoria precoce.” – […]