Friday, 19 de August de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1201

Jornalismo cultural

Folha acerta em podcast sobre prisão de Daniel Silveira

Com as tecnologias digitais, as rádios começaram a criar, cada vez mais, suas versões online, numa adaptação inevitável às novas formas de produção e circulação de conteúdos. Nesse contexto, passaram a ganhar crescente protagonismo os podcasts, com marcas do gênero radiofônico e adaptações possibilitadas pelos novos aportes tecnológicos. Em 2018, a Folha de São Paulo, […]

A cobertura jornalística sobre arte contemporânea no Brasil

Como artista visual e professor de comunicação, observo discrepâncias entre quem visita museus, galerias de arte e/ou centros culturais e os que têm pouco acesso à informação. Ao considerar o esforço de ultrapassar barreiras, por vezes intransponíveis, a sociedade brasileira tem o direito de acessar a cultura de forma digna. Desse modo, convido os editoriais […]

Educação e Arte, narrativas para a mídia

O improviso no ensino de artes, ou sua total ausência nas escolas públicas, contraria a Base Nacional Comum Curricular, a BNCC, homologada em dezembro de 2017. As escolas particulares também não priorizam esse saber, e as que oferecem artes como disciplina, com o mesmo peso de matemática ou língua portuguesa, por exemplo, tornam-se referência. Essa […]

Locarno sempre nos deixa lembranças fortes

Nem sempre os filmes mais marcantes para nós são os escolhidos pelo júri para a distribuição dos Leopardos. Isso, porém, confirma a apresentação de uma gama de filmes capaz de satisfazer e mesmo entusiasmar um público diverso. Para mim, o filme marcante foi Sibel, sobre uma comunidade conservadora turca numa região montanhosa. Ali vivia Sibel, […]

As 60 (mil) faces de Madonna na imprensa cultural

Alguns artistas e produtos culturais ganham um poder simbólico tão grande — para utilizar o termo cunhado pelo sociólogo francês Pierre Bourdieu — que dificilmente o jornalismo cultural pode ignorá-los. Em agosto, a cantora pop norte-americana Madonna completou 60 anos e virou pauta obrigatória em praticamente todos os veículos de arte e entretenimento no ocidente. […]

Sócrates?, o desengano

Uma capa do Caderno 2 do Estadão (20/7) anunciou que Tonico Pereira festejaria os 50 anos de carreira no papel do filósofo grego Sócrates. No dia seguinte, a Ilustrada da Folha de S. Paulo abriu meia página para a peça de Tonico cujo título, “O Julgamento de Sócrates”, leva o leitor a pensar que realmente […]

Edir Macedo contra as True News

Se a ficção foi classificada por críticos de cinema respeitados como “constrangedora”, a realidade renderia, no mínimo, um excelente documentário. Vejam que premissa interessante: um bispo milionário prepara um exército — de dinheiro e de pessoas — para levar aos cinemas a “história” de sua vida. Mas sabe que, neste árido deserto, encontrará muitos inimigos. […]

Generalizações pseudointelectuais: o “mal de Pondé”

Algumas semanas atrás, o filósofo Luiz Felipe Pondé escreveu, na Folha de S.Paulo, mais um de seus textos que partem de generalizações amplas para resumir, em poucas palavras, as pessoas, os comportamentos, as tendências, enfim, o mundo todo. No texto, Pondé diz que “a virtude mais rara no debate público contemporâneo é alguma dose mínima […]

O ‘duopólio’ Google-Facebook no jornalismo cultural

A primeira onda foi a digitalização. Entre os anos 1990 e o fim da primeira década do século 21, essa onda levou a imprensa a crises econômicas talvez sem precedentes nas últimas gerações. Popularmente dizendo, jornais e revistas se perderam num maremoto de informações gratuitas para leitores e novas gerações que acham que consumir cobertura […]

A vitória não foi e nem será das trevas

Os museus talvez nunca estiveram tão populares entre os brasileiros como nas últimas semanas. De uma hora para outra, o país que deixa as artes plásticas e contemporâneas no fundo de sua lista de prioridades de entretenimento – segundo diversas pesquisas apontam – agora se interessa por discutir o conteúdo das exposições. Mas a popularidade […]

Jornalismo cultural regional: procura-se!

Muitos anos atrás, o jornalista Sérgio Rizzo e eu fomos convidados para uma palestra sobre jornalismo especializado na UVV (Universidade Vila Velha), no Espírito Santo. Rizzo iniciou sua exposição dando uma “bronca” simbólica nos capixabas, dizendo que, naquela manhã, havia passado numa banca de jornais e percebido que os cadernos culturais de lá noticiavam majoritariamente […]

A canção expandida de Chico Buarque

Tom Jobim, maestro soberano, já dizia: Chico Buarque é craque; tem seu lugar assegurado entre os maiores na história da canção e também da literatura brasileira. O que se busca aqui é observar um outro campo de atividade em que o artista vem se destacando: a forma de atuação nas redes sociais e na relação […]

Tribalistas não precisam de jornalismo

O compositor Nando Reis, em entrevista ao programa Conversa com Bial na TV Globo sobre o lançamento de seu novo disco “Jardim Pomar” queixou-se da falta de espaço no caderno de cultura do maior jornal de São Paulo por não ter dedicado única linha ao trabalho. Não que precisasse disso, acrescentou, porque hoje os artistas criam […]

‘Devolva o meu São João’ e a herança tropicalista

Ronda nas redes uma discussão sobre os festejos de São João no nordeste: a invasão da música caipira do interior de São Paulo e Goiás roubando o lugar do tradicional forró pé de serra. Há algo mais do que o gosto por polêmica maniqueísta que tem predominado no ambiente público brasileiro desde, pelo menos, as […]

Um crítico para chamar de seu

Com bastante frequência, ex-alunos e alguns veículos de imprensa me perguntam se o jornalismo cultural se tornou irrelevante com o advento digital, com leigos e especialistas promovendo de tudo em redes sociais, de forma gratuita. E eu sempre respondo a mesma coisa: nunca antes o jornalismo cultural se tornou tão relevante como atualmente, no século […]

Tributo ao leitor desconhecido

O ombudsman é o cosplayer [1] do leitor. Afinal de contas, o leitor é o herói do ombudsman. Primeiro, porque ele devora páginas rodeado por uma massa de uns 88 milhões de brasileiros não-leitores. Segundo, porque nosso personagem se interessa por textos deliciosamente inúteis numa sociedade viciada pela informação. Portanto, esta coluna sempre se escreve […]