Wednesday, 06 de July de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1195

fascismo

Não há meia democracia

Na democracia, assim como na gravidez feminina, não há meio termo. Não há meia democracia. É ou não é. Assume-se ou rejeita-se. Mas a imprensa parece ignorar este fato e tenta conviver com um governo que adota princípios que negam na prática o compromisso democrático. A indefinição é o grande dilema da mídia brasileira às […]

Sobre hinos e esperança no porvir

Nos meus tempos de escola, tínhamos que aprender os hinos do país. E eram muitos. Embora preferisse os “não oficiais” pela leveza e clareza — “Cidade Maravilhosa” e “Aquarela do Brasil”, entre outros —, gostava da “Canção do Expedicionário” pela levada acelerada, que começa “cornetada” e assumia um desenho melodioso, bom de ouvir e cantar: […]

O massacre dos povos indígenas já começou

Não são os comandos de Hitler exterminando os judeus e ficando com seus bens, mas é como se fossem. Comandos fascistas bolsonarianos compostos de garimpeiros, grileiros, posseiros agropecuaristas atacam indígenas em seus povoados e assassinam para ficar com suas terras. Animados com a indiferença do governo Bolsonaro, sentem-se livres para continuar seu extermínio e praticar […]

Fascista, eu?

Alunos canhotos alegam ser inadmissível em uma Universidade Federal a realização de um evento em que alguém use uma camiseta de Jair Bolsonaro. Pais e mães destros mobilizam-se na tentativa de impedir a vinda de uma professora americana ao país. Tais ações, além de explicitarem a retidão das intenções de seus executores (notificamos ao leitor […]

A responsabilidade dos formadores de opinião

A crise por que passa o Brasil é profunda. Além dos óbvios aspectos político e econômico, há algo também na esfera da moralidade social que preocupa. A cultura da militância virtual ao mesmo tempo em que turbinou a participação política também ajudou a tirar das sombras o que há de mais tenebroso em nosso comportamento […]

O que o ressurgimento do fascismo pode nos ensinar

Pensamos que ele tinha desaparecido de vez. Foi um engano. Eis aqui por que. Veja um pequeno exercício de reflexão. Se no natal passado eu lhe tivesse dito que o principal candidato a presidente do país mais poderoso do mundo tivesse dito, abertamente, que concordava com a venda de armas, com campos de concentração, com […]