Tuesday, 05 de March de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1277

pós verdade

Desafios epistemológicos da comunicação científica na contemporaniedade

O dicionário Oxford Languages define pseudociência da seguinte forma: “conjunto de teorias, métodos e afirmações com aparência científica, mas que partem de premissas falsas e/ou que não usam métodos rigorosos de pesquisa” (OXFORD LANGUAGES, 2022). Ou seja, tudo que não tem comprovação ou embasamento suficiente para validar uma descoberta, um estudo ou uma informação. Resumindo, […]

Pós-Verdade e Covid-19: dois perigos ao jornalismo

É um desafio, cada vez maior, para nós jornalistas e pesquisadores afirmarmos o jornalismo como essencial, sobretudo em tempos de Pós-Verdade e Covid-19, quando muitos não escutam mais nossa voz. Talvez sejamos as únicas pessoas preocupadas e dispostas a discutir e fazer com o que o jornalismo retome sua importância e credibilidade, mesmo sem sermos […]

Encarando a tempestade perfeita do jornalismo

A metáfora da “tempestade perfeita”, que não surpreenderia se fosse chamada de clichê, poderia descrever para alguns, com certo grau de eficiência, o que está passando o jornalismo. O termo refere-se à “convergência de circunstâncias que levam a uma catástrofe”, conforme descrito por Daniel Fernandes, em um artigo publicado no Estadão, em 2015, ao lembrar […]

A importância do jornalismo científico na era da pós-verdade

Em 2015 publiquei um artigo no Observatório da Imprensa intitulado As distorções do jornalismo científico¹. O texto tecia críticas pontuais à cobertura jornalística de assuntos relacionados às ciências por parte da imprensa nacional. Os dois principais pontos tratados na ocasião foram o (1) sensacionalismo cientificista e (2) e o instrumentalismo utilitário. O argumento era o […]

A morte da verdade no discurso de Bolsonaro

No dia 24 de março, o Brasil ficou perplexo com o pronunciamento do presidente da república, Jair Bolsonaro, a respeito da pandemia da covid-19 – doença causada pela transmissão do novo coronavírus. Exibido em rede nacional, o discurso comparava a doença que já matou milhares de pessoas pelo mundo a uma “gripezinha” e convocava brasileiros […]

O regime da pós-mentira

Quando o ministro Ernesto Araújo afirmou que o Partido Nacional-Socialista alemão era de esquerda, proferiu uma bobagem flagrante que chocou o planeta. Mas o chanceler poderá sempre alegar que não mentiu, apenas expôs um juízo pessoal que, “por acaso”, contraria a verdade. Sorte da opinião, azar dos fatos. E da História. Embora particularmente ofensiva, a […]

O discurso jornalístico e as fake news

Publicado originalmente no Medium. Desde 2016, a discussão sobre as notícias falsas (fake news) monopolizou, em todo mundo, a atenção dos profissionais da imprensa e do público, mas agora começamos a nos dar conta de que elas não são o maior problema enfrentado pelo jornalismo. As fake news são apenas um componente do chamado discurso, […]

A batalha da credibilidade

Na obra Antropológica do Espelho, o teórico Muniz Sodré (2010) define o campo comunicacional em três dimensões e, portanto, três ações fundamentais: a veiculação, a cognição e a vinculação. Com a ação de difundir informações e publicizar o que é de interesse comum, os meios de comunicação exercem sua função vinculativa. Na perspectiva cognitiva, as […]

Entre falsificações históricas e desonestidades intelectuais

Segundo um antigo ditado popular, “o papel aceita qualquer coisa”. Em outras palavras, isso significa que, quando alguém pega uma caneta ou um lápis pode escrever o que bem quiser, por mais controverso ou incoerente que possa parecer. Traduzindo esse clássico provérbio para os tempos atuais, podemos dizer que também “a internet aceita qualquer coisa”, […]

Mulheres em discurso: linguagem, política e pós verdade

O Observatório da Imprensa publica, nesta edição, uma entrevista em vídeo com a linguista Mónica Graciela Zoppi Fontana gravada na Universidade Federal de São Carlos durante o V CIAD – Congresso Internacional de Análise do Discurso, realizado em setembro do ano passado. Na entrevista, coordenada pela Professora da UFSCar Luzmara Curcino Ferreira e executada pelo […]

Uma conversa com o psicanalista Tales Ab’Saber sobre pós-verdade, ilusão, convicção e mentira

O psicanalista, escritor e professor universitário Tales Ab’Saber esteve, no final de setembro, na UFSCar, Universidade Federal de São Carlos, para realizar a conferência “Ilusão, convicção e mentira: a psicopolítica da pós-verdade”. A fala de Tales marcou o encerramento do V CIAD (Congresso Internacional de Análise do Discurso) cujo tema “Discurso e pós-verdade: efeitos do […]

Fake news como produto da pós-verdade

Os compartilhamentos e as curtidas fazem com que qualquer marca ganhe respaldo perante a sociedade em rede fazendo com que, advogados de marcas sejam criados e construídos a partir do protagonismo do receptor da informação no ciberespaço. Este cenário propõe que todos nós possamos ser além de compartilhadores; criadores, reconfiguradores, sintetizadores e jogadores de conteúdo. […]

Fake news, bad news

Jornalistas repetem na intimidade das redações uma frase que ficou famosa, e que só tem graça em inglês: “Bad news, good news”. Numa tradução livre: más notícias são, na verdade, boas notícias do ponto de vista do negócio da imprensa. Porque notícia ruim é que vende jornal, aumenta a audiência da tv e do rádio, […]

O impacto das fake news no dia a dia do jornalismo

Fake news é um tema que tem sido cada vez mais debatido, especialmente no mundo do jornalismo. De acordo com o jornal britânico The Telegraph, fake news são notícias falsas que podem existir por cinco motivos: com o intuito de enganar o leitor; como uma tomada acidental de partido que leva a uma mentira; com […]

Notícias revelam a face do obscurantismo

Se retirarmos as datas referentes aos principais assuntos veiculados na imprensa brasileira nos últimos meses, os leitores, provavelmente, diriam que tais notícias não são de 2017, mas remetem há anos, décadas ou até mesmo séculos. A impressão que temos é que as várias formas de preconceito e todos os tipos de obscurantismo resolveram sair do […]

Os algoritmos da realidade na atuação jornalística

O ano era 1690. O tempo, também de mudanças políticas e sociais, quando, na Alemanha, Tobias Peucer apresentou sua tese de doutoramento que tratava sobre relações e relatos de novidades, ou, podemos dizer, sobre jornais e notícias. Dessa tese pode-se extrair a afirmação de que “não há nada que satisfaça tanto a alma humana como […]