Friday, 19 de August de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1201

República

Sobre hinos e esperança no porvir

Nos meus tempos de escola, tínhamos que aprender os hinos do país. E eram muitos. Embora preferisse os “não oficiais” pela leveza e clareza — “Cidade Maravilhosa” e “Aquarela do Brasil”, entre outros —, gostava da “Canção do Expedicionário” pela levada acelerada, que começa “cornetada” e assumia um desenho melodioso, bom de ouvir e cantar: […]