Friday, 19 de August de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1201

Artigos de Cátia Guimarães

Foi o homem que mordeu um cachorro?

Aprendi nas aulas e nos livros de jornalismo que quando um cachorro morde um homem nada de mais acontece, mas quando um homem morde um cachorro, temos uma notícia sensacional. Nesta semana, a polícia militar do Rio de Janeiro matou uma criança de dez anos com um tiro de fuzil na cabeça. Foi uma ação […]


‘Vocês não me representam’

Não se espante se, na próxima manifestação, você vir um jornalista da grande imprensa circulando e registrando tudo de dentro de um miniblindado (algo assim, tipo um caveirão em miniatura), produzido especialmente para ele. Também não se assuste se vir um determinado efetivo da polícia destacado especialmente para carregar jornalistas munidos de câmeras, gravadores e […]


O editorial e a luta de classes

A maior afronta ao Estado de direito no Brasil não são os black blocs, como defendem os pacifistas, e nem mesmo os miseráveis embrutecidos da Polícia Militar, como costumam apontar os radicais. A instituição que mais corrói até os limitados caminhos de liberdade que a democracia capitalista pode oferecer não precisa usar máscaras nem se […]


Imprensa renova instrumentos da ditadura

Passaram-se mais de 20 anos, mas a grande imprensa brasileira não desaprendeu o seu papel como braço da ditadura. Os personagens são outros, mas aqueles velhos instrumentos que ajudam a explicar por que se fere a democracia em nome da própria democracia estiveram sempre guardados e continuam afiados, exatamente como em 1964. Não há maior […]


Moradores de favela são chamados de bandidos

Você nem precisa ser um leitor atento para perceber o lugar que os moradores de favelas ocupam na cobertura do jornal O Globo, principalmente de uns tempos para cá, quando, no Rio de Janeiro, a celebrada política de pacificação começou a ser questionada por parte da população denunciando a violência nada pacífica da polícia pacificadora. […]


A realidade que não cabe no jornal

“Meu leitor morre de ataque cardíaco, não de hanseníase.” Essa foi a explicação que uma jornalista da revista Época deu certa vez a um assessor de imprensa que questionava a dificuldade de conseguir espaço na grande mídia para divulgar os resultados de uma pesquisa sobre a doença que tem no Brasil o segundo maior número […]


A paz que mata e as perguntas que a imprensa não faz

Se fosse na novela das oito, todo mundo estaria comentando o quanto essa história está mal contada, cheia de enredos que não se encaixam. Mas como a narrativa é apresentada no Jornal Nacional, onde alguém um dia disse que se falava a verdade, chega a ser constrangedor reconhecer como os furos jornalísticos são, na verdade, […]


Uma outra imprensa é possível?

Não acredito no princípio iluminista de que o acesso à informação (ou ao conhecimento) pode transformar a realidade. A batalha das ideias, da qual a imprensa é elemento central, precisa ser, ao mesmo tempo, reflexo e impulsionadora das lutas concretas travadas pelos movimentos sociais reais. Na vida real, mesmo diante da significativa explosão social dos […]


A imprensa tem lado

Os fatos não falam por si. Ao contrário do que ideologicamente prega o dito jornalismo profissional, o acontecido, ou dito, não se esgota nem se explica por ele mesmo. Mas tampouco pode ser ignorado ou subalternizado no trabalho jornalístico. Ainda que insuficientes como chave para a compreensão da realidade, os fatos precisam ser o ponto […]


Urubus na carniça

Morto após ser atingido durante uma manifestação no Rio de Janeiro, Santiago Andrade se tornou a carniça na qual os urubus da grande mídia avançam sem piedade, instrumentalizando o sofrimento alheio em nome de interesses maiores. A dor da família e dos amigos, especialmente mulher e filha, é insuperável e incontornável. A dor de todos […]


Quando a notícia vem antes do fato

No dia 12 de fevereiro, diante da trágica morte do cinegrafista da Band, Santiago Andrade, O Globo publicou um editorial intitulado “Os inimigos da democracia” que, tal como o conhecido editorial que celebra o golpe civil-militar de 1964, merece ser lembrado como o marco de uma época – da imprensa e da história do Brasil. […]


Imprensa e barbárie

Semana passada o Brasil viu a barbárie de perto, com todas as suas feições e sem disfarces. A imagem de um adolescente negro que foi espancado e preso a um poste no Rio de Janeiro, como uma versão contemporânea e fora de contexto do escravo no tronco, é provavelmente uma das coisas mais violentas e […]


A imprensa que ajuda a matar

Tudo indica que estamos diante de um segundo caso Amarildo. Na madrugada do dia 17 de outubro, um jovem de 18 anos chamado Paulo Roberto morreu na favela de Manguinhos, no Rio de Janeiro. A mãe e outros jovens que testemunharam o ocorrido acusam os policiais da UPP de tê-lo espancado até a morte. Avisada, […]


O projeto de educação e os seus interesses

Vamos ser claros? As Organizações Globo têm muito interesse no governo Eduardo Paes. A postura conservadora e constrangedoramente oscilante dos programas de notícia e jornais ligados a esse grupo em relação às manifestações que tomam o país desde junho já foi suficientemente comentada. Mas o risco que os veículos das Organizações Globo aceitaram correr após […]


Interesse e ignorância: passando dos limites

Vamos resumir assim: a polícia cometeu excessos, policiais isolados chegaram a forjar flagrantes, mas o uso geral da força se explica pela ação repetitiva e destruidora dos Black Blocs, que se infiltraram na manifestação dos professores do Rio de Janeiro, tornando o centro da cidade uma praça de guerra. Diferente dos mascarados, os professores se […]


Contradições no ar

A matéria em que o Globo assume o apoio dado à ditadura civil-militar que comandou o Brasil durante 21 anos esbanja imprecisão e cinismo como parte de uma estratégia que visa recuperar alguma legitimidade para o seu grupo de mídia, tão desgastado nas manifestações que têm tomado conta do país. Lançando mão de uma artimanha […]


‘O Globo’ e o jornalismo do Mídia Ninja

Foi com a imparcialidade antropológica que ensinam os manuais de redação da grande imprensa que Chico Otávio, repórter da editoria de País do jornal O Globo, cobriu a reunião aberta promovida pelo Mídia Ninja no dia 30 de julho: ouviu e observou sem interferir e, na edição de domingo (4/8), a mais lida da semana, […]


‘O Globo’ e o jornalismo do Mídia Ninja

Foi com a imparcialidade antropológica que ensinam os manuais de redação da grande imprensa que Chico Otávio, repórter da editoria de País do jornal O Globo, cobriu a reunião aberta promovida pelo Mídia Ninja no dia 30 de julho: ouviu e observou sem interferir e, na edição de domingo (4/8), a mais lida da semana, […]


Na favela e no asfalto: qual o lead da notícia?

Como todo jornalista sabe, o lead é aquele parágrafo, normalmente localizado no início do texto, que concentra as “principais informações” da matéria. Em outras palavras, é o que, no modelo atual de jornalismo, permite identificar o que é a notícia em si. Seguindo os rastros desse conjunto de técnicas ditas objetivas que aprendemos a cumprir […]