Sunday, 14 de August de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1200

Artigos de Maura Oliveira Martins

O telejornalismo num país de 200 milhões de cientistas políticos

A não ser que tenha estado em Marte no último mês, você deve ter notado que ele apresentou uma série de desafios ao jornalismo e, mais especificamente, ao jornalismo televisivo. O cenário era de urgência informativa: Lula havia sido convocado a uma “condução coercitiva” para prestar depoimento à Polícia Federal. A pauta era de inegável […]


Os feminismos na televisão

Se formos olhar atentamente aos programas de TV a que assistimos, é bem provável que reconheçamos algo bastante óbvio, mas, mesmo assim, importante: os produtos televisivos não surgem de nada e, consequentemente, não são sobre nada, mesmo quando pareçam se fundamentar apenas na banalidade. Para conseguir mobilizar um público gigantesco, é preciso que eles estejam […]


O telejornalismo diante da tarefa de dizer o indizível

Frente às tragédias, o jornalismo televisivo se vê pressionado a uma árdua tarefa: manter viva a premissa de atualidade e de tempo real deste veículo, trazendo de forma ágil conteúdos, imagens e respostas ao espectador em relação àquilo que transcorre no mundo. Em resumo, cabe à televisão achar o que dizer sobre o indizível, ponderar […]


Quem tem medo da ficção?

Já é lugar-comum afirmar que as mídias mudaram radicalmente nos últimos anos. Com o advento das redes sociais, muitas vozes hoje ecoam – para o bem ou para o mal – com uma repercussão antes impensada. Por consequência, muitos temas, antes enredados nas tramas da invisibilidade, são hoje incluídos nas conversas do cotidiano, nem que […]


Quando o jornalismo tira a gravata

Há algumas semanas, o jornalista e crítico Maurício Stycer publicou, no programa UOL Vê TV, uma entrevista com o apresentador Celso Zucatelli – um profissional símbolo, como vários outros, da tão comentada passagem de muitos jornalistas que consolidaram uma carreira no jornalismo dito “tradicional” e hoje trabalham em programas que misturam as fronteiras da informação […]


Tecnologias, memes e “assassinatos” de reputações na televisão

Os profissionais que atuam no jornalismo televisivo vivenciam um cenário de intensa diversidade tecnológica para a realização do seu trabalho. Há hoje uma vasta gama de tecnologias que podem ser empregadas para uma quantidade de estratégias e intenções dos jornalistas. As câmeras, por exemplo, evoluíram, popularizaram-se (na mão tanto dos profissionais quanto da população como […]


Uma lógica frágil e hipócrita

Conforme é do conhecimento de todos os que dominam a “gramática” deste veículo, os programas televisivos adoram uma história de redenção. A jornada daquele que nada tem, ou tudo perdeu, e dá uma reviravolta no destino reservado a ele, é, desde sempre, um prato cheio para as atrações de TV. Uma simples amostragem com edições […]


Quebrando paradigmas em telenovelas

Vivemos na época em que se mostra que é possível, sim, escrever textos inteligentes para a televisão, criando narrativas capazes, ouso dizer, de fazer jus aos cânones literários. Crescemos enquanto espectadores, e a atual ficção seriada nos mostra que é possível pensar em produtos de entretenimento adulto – ou seja, obras que desafiem o seu […]


O obscuro objeto do desejo televisivo

Dentre a vasta complexidade que abrange a experiência com a televisão, há um fator que é central para pensar no apelo e na relação que mantemos com este veículo: o selo do “ao vivo”. Ou seja, a crença coletiva de que a televisão se presta, sobretudo, para transpor os acontecimentos na tela à medida que […]


Você gostaria de ser um meme?

Para começar, duas perguntas. A primeira: você venderia sua alma ao diabo? É uma provocação, obviamente – mas creio que, mentalmente, todo leitor deste texto tenha respondido, de pronto, que não. Afinal, todos nós temos com mais ou menos clareza uma lista de valores aos quais nos associamos e – ao menos em teoria – […]


O que a crise do ‘Jornal Nacional’ fala sobre nós?

Os registros feitos nos últimos meses sobre a queda drástica da audiência do Jornal Nacional têm estimulado nas redes sociais hipóteses diversas sobre a celebrada queda deste que é nada menos que o telejornal mais assistido no país há pelo menos 40 anos. A crise das novelas, a concorrência com a Record, a disputa com […]


A marca do estigma das boas intenções

É praticamente consenso que hoje vivemos tempos confusos, nos quais muitas das certezas que alguma vez tivemos estão sob questionamento. As dúvidas se estendem por todas as esferas da vida: a política e a privada; os ideais da vida profissional e as formas de como criar os filhos; as tentações de uma vida regida pelo […]


As brechas para a subversão na TV

Divulgada esta semana, a entrevista com o ator Pedro Cardoso pelo jornalista Maurício Stycer traz uma oportunidade riquíssima para pensar sobre diversas questões relativas ao atual panorama da televisão. Funcionário da Rede Globo há mais de trinta anos, o ator atuou em diversas atrações da emissora (dentre elas, algumas marcadamente ousadas e experimentais, como TV […]


A moralidade simplória da câmera escondida

Há um formato televisivo que, mesmo não sendo exatamente novo, tem sido bastante explorado em várias emissoras: os quadros jornalísticos (pois assim se anunciam) que, por meio de uma encenação feita por atores contratados, documentada por câmeras escondidas, buscam flagrar as reações de pessoas comuns frente a situações que supostamente testariam os valores morais destes […]


Para que serve a crítica de televisão?

Cenas interessantes emergiram da esfera do “mundo da televisão” esta semana: durante uma edição do programa A Tarde é Sua, da Rede TV!, a apresentadora Sonia Abrão reservou seis minutos para criticar o texto do jornalista Mauricio Stycer em que ele explicitou a super-exploração da morte do sertanejo Cristiano Araújo. Pauta de (até então) ao […]


O enquadramento do outro e a lógica da TV que ajuda

Em meio à grande quantidade de “opiniões formadas sobre tudo” que proliferam hoje nas redes sociais, chamou-me a atenção um longo texto que “viralizou” (até o dia em que escrevo esta análise eram 1.278 curtidas e 348 compartilhamentos do Facebook). O texto é de Anderson França, criador da Universidade da Correria, instituição que promove cursos […]





Televisão, lugar da (falta de) cultura

Pensar a televisão de forma séria não é um sinônimo de fechar os olhos para suas limitações. Parece-me curioso observar que o próprio veículo tem uma certa tendência a perpetuar esta visão 'underdog' de si mesma e – o que é pior – manter certas discussões sempre no nível mais raso possível.