Saturday, 13 de July de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1296

DIREITO

Jogando pedras no Zanin

Qual a diferença entre um fanático islamita do Iraque e um fanático cristão evangélico brasileiro? Vamos recorrer à literatura. No caso, ao prestigioso prêmio Goncourt do primeiro romance de 2021, concedido à escritora argelina Emilienne Malfatto por seu livro “Que por você se lamente o rio Tigre”. É a história do último dia de uma […]

Assédios moral e sexual: combate e disfunção jurídica

No Brasil, a percepção e o combate aos assédios moral e sexual cresceram significativamente nos últimos anos. Vários órgãos públicos lançaram campanhas, inclusive importantes cartilhas, contra essas tristes práticas. Entre eles podem ser destacados o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Tribunal Superior do Trabalho (TST). O CNJ instituiu, por intermédio da Resolução n. […]

O debate em torno das expressões “vamos fuzilar a petralhada” e “fogo nos racistas” sob o prisma da moralidade e da comunicação

Debates recentes em torno de duas expressões polêmicas revelam como a liberdade de expressão tem sido capturada ora pela política, ora pelo direito. Os resultados dessas capturas são, de um lado, avaliações muito apaixonadas e marcadas pelas interpretações das forças dominantes, e que podem levar à censura de expressões legítimas, e de outro, análises excessivamente […]

Como as lutas pelo jornalismo profissional e pelos direitos digitais explicam os novos autoritarismos

Uma das grandes certezas da segunda década do século XXI é que a hegemonia dos Estados democráticos de direito pelo mundo não significou o fim de práticas autoritárias e reacionárias. Como diz Paulo Sérgio Pinheiro no documentário “Paradoxos: 30 anos de democracia e direitos humanos no Brasil”, lançado pelo Núcleo de Estudos da Violência em […]

A busca do jornalismo profissional feito sobre, para e a partir das periferias e favelas brasileiras por assegurar o Direito ao Trabalho

No contexto de pandemia da Covid-19, muitas iniciativas de jornalismo feito sobre, para e a partir das periferias e favelas brasileiras têm dado uma verdadeira aula de cobertura de qualidade. Parte disso advém do forte sentimento de comprometimento e identificação dos jornalistas dessas iniciativas com o público a que se destinam, uma vez que ambos […]

Formação jurídica precisa incorporar a crítica das mídias

Basta acompanhar qualquer grupo de advogados no WhatsApp para constatar o alto nível de analfabetismo funcional na leitura crítica que muitos supõem realizar sobre os meios de comunicação. De profissionais experientes em todas as áreas do Direito — incluindo juízes, promotores e delegados, além de estudantes, professores e pesquisadores acadêmicos — muitos se igualam naquela […]