Saturday, 02 de July de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1194

Jean-Jacques Kourliandsky

O joker da direita colombiana para o segundo turno das eleições presidenciais de 19 de junho

No domingo, 29 de maio, os Colombianos votaram no primeiro turno das eleições presidenciais no país. Todos, “tanto os sábios quanto os loucos” conforme a fábula de La Fontaine, ‘A menina e o jarro de leite”, esperavam do lado esquerdo, o lado do Pacto Histórico, Gustavo Petro, e do lado direito “o uribista” Federico Gutiérrez, […]

América Latina e a guerra russo-ucraniana: economia, uma dimensão subestimada

América Latina: tímida em relação à Ucrânia, leniente em relação à Rússia? Do Canadá à Europa, passando pelos Estados Unidos, lança-se um olhar severo a esse decepcionante e reticente “Extremo Ocidente”. É certo que todos esses países, de uma ou outra maneira, condenaram a violação da soberania ucraniana. Mas nenhum deles aplicou sanções com respeito […]

A Cúpula das Américas em Los Angeles e a desorientação do país anfitrião

De 6 a 10 de junho de 2022, os Estados Unidos sediaram a nona Cúpula das Américas na Califórnia. A Cúpula fundadora foi organizada em Miami em 1994. Antes de retornar aos Estados Unidos, esses encontros continentais percorreram as Américas, da Argentina ao Panamá, passando pelo Chile e a Colômbia. Essas cúpulas reúnem informalmente, com […]

México, e a primeira visita internacional ao sul do presidente Andrés Manuel López Obrador

De 5 a 8 de maio de 2022, Andrés Manuel López Obrador (AMLO) saiu das fronteiras de seu país. Ele visitou rapidamente os seguintes países: Guatemala, Salvador, Honduras, Belize e Cuba em questão de horas. O deslocamento antilhano e centro-americano, do líder dos Estados Unidos do México, é simultaneamente lógico e excepcional.  Lógico, na medida […]

Novo circuito eleitoral na América Latina: Atenção aos buracos na pista

Desde o restabelecimento da ordem democrática, a América Latina vive no ritmo de uma competição de ciclismo, alternando vitórias para competidores de direita e de esquerda. Esse movimento perpétuo alternado “explicaria” a vitória de escaladores progressistas do Brasil à Venezuela a partir dos anos 2000 e de sprinters de direita da Argentina ao Uruguai nos […]

Rússia e Ucrânia, eldorados perdidos: nova corrida aos castelos do Novo Mundo?

Será que vamos ver as carteiras europeias, enlutadas na Rússia e na Ucrânia, abrirem em breve novas concessões nas Índias Ocidentais, nas Américas, nos países do Eldorado? O mundo dos investidores, de Frankfurt e Luxemburgo passando por Londres, Madri, Milão e Paris, está em estado de choque. A guerra fratricida entre russos e ucranianos mina […]

A América Latina e a crise russo-ucraniana

A invasão russa na Ucrânia provocou reações e a mobilização da comunidade internacional. Se as reações da União Europeia e dos Estados Unidos são conhecidas, o que dizer da América Latina? Jean-Jacques Kourliandsky, diretor do Observatório da América Latina da Fundação Jean-Jaurès, decifra as diversas posições tomadas pelos países latino-americanos e analisa os “equilíbrios ambíguos”. […]

Kremlinologia chilena: um retrato da posse presidencial de Gabriel Boric

É legítimo falar de kremlinologia chilena? A palavra é, em efeito, muito datada. Por falta de informações, cada festa patriótica soviética dava lugar na imprensa e nas chancelarias “ocidentais” a uma minuciosa atualização diária, por observadores especializados, os “kremlinologistas”, dos presentes e dos ausentes na vitrine do poder. Nada comparável com a cerimônia de posse […]

Eleições legislativas em Portugal: que sentido atribuir à vitória do PS?

Na eleição antecipada do legislativo em Portugal, ocorrida em 30 de janeiro, vimos acontecer algo raro hoje em dia na Europa, o Partido Socialista português e o Primeiro-ministro, em final de mandato, António Costa, serem reconduzidos ao poder com uma maioria absoluta de assentos no parlamento. Jean-Jacques Kourliandsky, diretor do Observatório da América Latina da […]

Crise russo-ucraniana: um terremoto geopolítico europeu revelador de subalternidades latino-americanas

As repercussões na América Latina da ação militar russa na Ucrânia revelaram as fraturas de uma integração regional que é mais virtual do que duradoura. As bombas russas desnudaram o cotidiano de diferenças instáveis dessa região. Cada governo reagiu de acordo com os seus próprios interesses particulares. Não houve consulta coletiva e isso pela ausência […]

Crise Russo-ucraniana e América Latina desconectadas: A quem caberá a jogada final?

A América Latina, ou melhor, as Américas Latinas, tem sido espectadoras impotentes de uma crise com grandes repercussões internacionais. Para além da queda de braço travada pela Rússia com sua vizinha Ucrânia, os desafios são universais. Eles dizem respeito aos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança. Dizem respeito ainda à América Latina, às Américas […]

México: entre a foice russa e o martelo americano

O México, como bem sabemos, exerce de modo constante uma diplomacia em prol da não intervenção. Entretanto, no início deste ano, o que se observa é uma mudança dessa sua tradição diplomática, devido à crise ucraniana. Membro do G20 – potência econômica, energética e comercial regional –, o país ganhou uma cadeira no Conselho de […]

América Latina, árbitro de querelas espanholas?

Pedro Sánchez, presidente do governo espanhol e secretário-geral do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), Pablo Casado, presidente do Partido Popular Espanhol (PP), Sebastián Abascal, líder do Vox, partido de formação espanhola de extrema-direita, têm, por meses a fio, rondado o território latino-americano. Eles não se esbarram no caminho, é verdade, mas as faíscas dessa fricção […]

Integração latino-americana: rumo a uma cautelosa revisão diplomática

Há vários meses, a América Latina está elegendo presidentes “progressistas” e provavelmente o fará em 2022. Depois do México, da Argentina, da Bolívia, do Peru e do Chile, a Colômbia e o Brasil podem ter chefes de estado classificados como “de esquerda”. Essas escolhas, ou a probabilidade delas, poderiam provocar uma mudança de orientação diplomática? […]