Sunday, 14 de August de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1200

democracia

Jornalismo: Uma provocação inadiável

O texto a seguir não segue o padrão acadêmico, mas tampouco é um artigo jornalístico tradicional. Ele é acima de tudo uma provocação para que tanto acadêmicos como jornalistas profissionais superem o divórcio que os divide, tendo em vista a dimensão das mudanças que ainda estão por ocorrer na comunicação e na informação. Os profissionais […]

O autoritarismo odeia a interrogação e, por isso, odeia o jornalismo 

A interrogação jornalística é perturbadora. Queima, arde, irrita. É uma afta insuportável. Mas é preciso alertar aos que a temem. Ela é ferramenta básica dessa atividade. A sombra perseguidora de alguns. Parece óbvio, mas o óbvio passou a ser muito necessário. É por isso que o jornalismo pode ser tão perturbador. A interrogação é aliada […]

A importância do jornalismo científico na era da pós-verdade

Em 2015 publiquei um artigo no Observatório da Imprensa intitulado As distorções do jornalismo científico¹. O texto tecia críticas pontuais à cobertura jornalística de assuntos relacionados às ciências por parte da imprensa nacional. Os dois principais pontos tratados na ocasião foram o (1) sensacionalismo cientificista e (2) e o instrumentalismo utilitário. O argumento era o […]

É possível hackear seres humanos?

1. Uma “agência de modificação de comportamento” O documentário Privacidade hackeada (2019) levanta duas preocupações ligadas ao uso de redes sociais, em específico, e da internet, em geral. A primeira delas, diretamente abordada pela narrativa e descrita no título do documentário, diz respeito ao acompanhamento de nossas interações sociais digitais realizado pelas grandes corporações da […]

Como jornalistas podem reagir aos ataques de Bolsonaro?

Publicado originalmente no site objETHOS Ele já te constrangeu publicamente, disse que você só espalha mentiras. Já te ofendeu, falou da sua mãe e “deu uma banana” para o seu trabalho. Constantemente, não respeita o que você faz e te xinga porque você é mulher ou porque trabalha para esse jornal ou aquele. Seus subordinados […]

A casa caiu

Publicado originalmente no site Balaio do Kotscho “O povo vai dizer se estamos certos ou não.” (Jair Bolsonaro, presidente da República) *** “Aha!, uhu!”, comentaria o serviçal Dallagnol: quer dizer que só agora o povo vai poder decidir o que é certo? Em 5 de julho de 2019, dia em que desabou a casa mal-assombrada […]

O Brasil em distopia democrática

Após a vitória de Jair Bolsonaro na eleição presidencial de 2018 e os primeiros meses de seu mandato, as inquietudes não cessam de crescer sobre a evolução democrática do Brasil. Neste texto¹, voltando às circunstâncias desta eleição e, notadamente, ao clima político-judiciário que prevaleceu para além do voto, Jean-Jacques Kourliandsky² examina as consequências econômicas, políticas […]

Como a internet está matando a democracia

Publicado originalmente pela Agência Pública. Por Ethel Rudnitzki. “Fomos muito ingênuos”, adverte o pesquisador e jornalista inglês Jamie Bartlett. Para ele, nos primórdios da internet “havia uma ampla visão de que o simples fato de tornar a informação mais disponível e permitir que todos pudessem criar e compartilhar informação transformaria o nosso ambiente em mais […]

A construção de inimigos

Os discursos do presidente eleito Jair Bolsonaro no dia de sua posse trouxeram alguns elementos importantes para compreendermos sua retórica. O primeiro discurso, no Congresso, foi lido pelos analistas como mais moderado. O segundo, no Palácio do Planalto, mais confrontador. Independentemente se as duas manifestações serão refletidas em políticas públicas ou mudanças legais, é importante […]

O Boicote do PT à posse não foi um ato de coragem

Um respeitado jornalista francês Jean-François Khan disse uma frase que não esqueço – a democracia não é o melhor sistema político, é o menos pior, tem, porém, uma grande qualidade: permite a alternância do poder. Bolsonaro é o que de pior poderia nos acontecer e pode se tornar uma ameaça à democracia brasileira, mas foi […]

Uma tese de segunda mão

Escrevemos este artigo em resposta ao texto “O jornalismo local falha com a democracia“, de Eduardo Nunomura, publicado na edição 994 deste Observatório, com a convicção de que o autor não se ofenderá ao ver o título. Afinal, é esta a conclusão que emprestou à sua tese – “Notícias de Segunda Mão: os jornais locais […]

O jornalismo local falha com a democracia

Uma imprensa local fraca implica em uma democracia nacional fraca? Essa questão me perseguiu (e ainda persegue) por anos e fiz dela meu objeto de pesquisa na Universidade de São Paulo. Quis investigar até que ponto o tipo de jornalismo praticado nos interiores dá conta de representar a nossa rica diversidade Ou, de outra forma, […]

Raízes da desigualdade

Em uma entrevista recente ao site de jornalismo DW Brasil, o escritor Luiz Ruffato disserta que a sociedade brasileira é uma árvore sem raízes e desprovida de perspectiva sobre a sua própria história. Num trecho mais interessante, diz que o brasileiro, depois de viver uma sucessão de tiranias em seu percurso, se acostumou a governos […]

A educação cidadã segundo Fernando Savater

O mais famoso filósofo espanhol da atualidade, o escritor e professor Fernando Savater, esteve em Porto Alegre participando do evento Fronteiras do Pensamento durante o qual destacou a a questão nevrálgica das mazelas do sistema educacional ocidental que no geral prepara o cidadão não para ser cidadão, mas para ser uma peça da engrenagem, no […]

Os versos marotos do “Correio Braziliense”

Inicialmente, trago filósofos em meu socorro para discorrer sobre a solidariedade e a generosidade. Jean-Jacques Rousseau (1712-1778), para quem o homem é essencialmente bom, escreveu coisas como: “Nada é tão doce como [o homem] em seu estado primitivo.” Deve-se dizer que o ilustre pensador reconhecia a maldade, mas preferia considerá-la um efeito colateral da sociedade. […]

O ódio à democracia

Estamos no auge do trabalho de despolitização começado no tempo da ditadura e complementado pelo pensamento único hegemônico na grande mídia nacional e internacional depois do fim do socialismo real e da queda do Muro de Berlim. A área ficou livre. “Tá tudo dominado”. Trabalho que varreu do mapa valores civilizatórios e instaurou o individualismo […]